Foto: Hand in Paw Rescue
Foto: Hand in Paw Rescue

Cherry Blossom estava completamente cega, mas ela podia ouvir o latido constante de cães e sentir o concreto frio sob suas patas – e isso era o suficiente para aterrorizá-la.

Quatro anos atrás, Piper Thomas, fundador da Hand in Paw, um grupo de resgate da Califórnia, entrou em um movimentado abrigo em Los Angeles, nos EUA, para resgatar cães na lista de eutanásia. Quando ela viu Cherry Blossom – uma cachorrinha cega da raça shih tzu de 12 anos tremendo em seu canil – ela sabia que tinha que tirá-la de lá.

“É de cortar o coração ver um cachorro apenas tremendo no canto, sem saber onde ele esta”, disse Thomas ao The Dodo. “O abrigo é muito barulhento e, especialmente para um cão cego, é uma sobrecarga sensorial para eles. E está frio – não é um ambiente acolhedor, elo contrário”.

Foto: Hand in Paw Rescue
Foto: Hand in Paw Rescue

Enquanto Thomas fazia a papelada para tirar Cherry, ela ouviu a história triste da cachorrinha.

“Ela foi encontrada como um cão em situação de rua”, disse Thomas. “Ela andava sem destino, comendo lixo. Ela foi definitivamente abandonada, e achamos que provavelmente foi porque ela não poderia mais produzir filhotes para alguém”. Provavelmente descartada por alguma fábrica de filhotes.

Assim que Cherry saiu do abrigo, ela começou a relaxar.

Foto: Hand in Paw Rescue
Foto: Hand in Paw Rescue

“Ela ficou instantaneamente muito mais feliz”, disse Thomas. “Ela parecia apenas respirar fundo.”

A vida anterior de Cherry deixou seu corpo coberto de tumores e cistos, e ela teve infecções de ouvido e doenças dentárias.

“Ela estava uma bagunça, com dor na boca, pelos emaranhados e a cachorrinha estava muito confusa”, disse Thomas.

Foto: Hand in Paw Rescue
Foto: Hand in Paw Rescue

Thomas levou a cachorrinha às pressas até o veterinário para tratamento, e até levou-a a um oftalmologista. Para espanto de Thomas, a especialista conseguiu remover as cataratas que causaram a cegueira de Cherry e substituir as lentes dos olhos. Depois disso, Cherry pôde ver novamente.

“Ela se tornou um cão completamente diferente”, disse Thomas.

Quando chegou a hora de Cherry seguir para adoção, Thomas se preocupou que ela pudesse ter dificuldade em encontrar uma casa para ela – mas ela realmente encontrou um adotante muito rapidamente.

Foto: Hand in Paw Rescue
Foto: Hand in Paw Rescue

“Felizmente para Cherry, ela foi vista pela mãe de uma antiga colega minha, Mary Dooley” – disse Thomas. “Ela acabou adotando Cherry logo após sua cirurgia ocular e eu não consegui imaginar uma mãe (tutora) melhor para ela”.

Cherry tem que visitar frequentemente o veterinário para receber cuidados contínuos para seus olhos, e para lidar com alguns outros problemas de saúde – mas sua tutora garante que ela receba o melhor atendimento possível.

Foto: Hand in Paw Rescue
Foto: Hand in Paw Rescue

“Em todo lugar que Cherry vai, ela é uma pequena estrela”, disse Thomas. “Quando ela vai ao veterinário, todo mundo mima ela. Mary tem todos esses trajes bonitinhos para ela, ela fica arrumada, ela coloca pequenos laços em seu cabelo. Então, ela adora vestir Cherry com roupinhas delicadas e a cachorrinha adora, e Mary a coloca na cama e Cherry ama receber todo esse amor que ela é alvo, porque ela definitivamente não conseguiu receber isso nos primeiros 12 anos de sua vida”.

Foto: Hand in Paw Rescue
Foto: Hand in Paw Rescue

Thomas não poderia ter desejado um final mais feliz para Cherry, que agora tem 16 anos, e viveu uma vida maravilhosa nos últimos quatro anos.

“Vê-la deixar de ser terrivelmente negligenciada e depois passar a viver na casa mais amorosa possível – é incrível fazer parte disso”, concluiu Thomas.

Foto: Hand in Paw Rescue
Foto: Hand in Paw Rescue

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.