Leão-marinho é salvo por voluntários após ficar preso em um pneu enquanto nadava


Foto: T&T Creative Media
Foto: T&T Creative Media

A ameaça da poluição marinha esta por todo o oceano. Flagrantes de tartarugas mortas por ingestão de plásticos, golfinhos e focas presos em redes de pesca abandonada, baleias mortas com quilos de sacolas plásticas no estômago são inúmeros.

Agora a mais recente vítima (não fatal) do lixo jogado no oceano foi um leão-marinho, um vídeo flagrou o salvamento do mamífero que lutava para se libertar após ter ficado com a cabeça presa em um pneu enquanto nadava.

Encontrado debatendo-se em uma praia movimentada, as imagens mostram dois homens usando alguns pedaços de corda e um gancho para libertar o enorme mamífero que sufocava aflito.

A filmagem foi gravada em Mar del Plata, na Argentina, um trecho conhecido de costa por ser muito frequentado por leões marinhos.

No vídeo, o animal foi flagrado por banhistas com o pneu de borracha preso em volta do seu pescoço corpulento.

Claramente, desconfortável com a situação, o animal tentava se livrar do objeto estranho, alguns banhistas pediram a ajuda de um grupo local de proteção à vida selvagem, a Fundação Fauna Argentina (FFA).

No começo, havia uma sugestão de que o enorme animal poderia ser sedado para facilitar o resgate.

No entanto, um representante da FFA confirmou que não teria escolhido essa tática por preocupações com o bem-estar do leão-marinho.

“O leão-marinho anestesiado poderia entrar na água e adormecer com um peso extra no pescoço e se afogar”, disse um porta-voz ao Daily Mail.

Foto: T&T Creative Media
Foto: T&T Creative Media

Sabendo que o pneu estava lentamente cortando o fluxo de ar do animal enquanto ele lutava para tirá-lo, eles entenderam que tinham que agir rapidamente.

Assim, o grupo – que é comporto apenas de voluntários e se dedicam a proteger a vida selvagem e o meio ambiente – pensou rápido e formou uma vara com um gancho no final.

Um membro demonstrando coragem aproximou-se do leão marinho cada vez mais arisco e agitado na praia.

Foto: T&T Creative Media
Foto: T&T Creative Media

Depois de várias tentativas fracassadas, o voluntário consegue enganchar o poste improvisado na borda do pneu.

Então, com um suspiro de alívio, o grupo começa a puxar o pneu para soltar o mamífero, enquanto o leão-marinho se agita.

E, eventualmente, o pneu voa para longe do leão-marinho, que corre de volta ao oceano aplaudido pelos espectadores.

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

ÓRFÃO

COREIA DO SUL

SOB INVESTIGAÇÃO

AGRESSÃO BRUTAL

INSTINTO

VIDA NA RUA

RESPEITO E AFETO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>