Estudantes se unem para ajudar no combate a mudança climática


Foto: Plant Based News/Reprodução
Foto: Plant Based News/Reprodução

Conforme relatado pela ANDA anteriormente, a Goldsmiths University em Londres anunciou que removerá todos os produtos de carne bovina de seus cafés e lojas como parte de sua missão de se tornar neutra em carbono até 2025. A recém-nomeada diretora da Goldsmiths, Frances Corner, comentou que “declarar uma emergência climática não pode ser palavras vazias. ”

A medida segue outros institutos como a Universidade de Cambridge, que parou de servir carne bovina e cordeiro desde 2016 para promover “o consumo de mais alimentos vegetarianos e veganos”.

Em abril, o site Vegconomist informou que a cantina da Universidade de Berlim migrou para um cardápio totalmente vegano, e em novembro, o Lee Woo Sing College de Hong Kong anunciou, em colaboração com o Green Monday, o primeiro curso universitário dedicado ao estudo do estilo de vida vegano.

O CEO da empresa de produtos veganos, The Meatless Farm Co. (Fazenda Sem Carne, na tradução livre), Rob Woodall, disse que no início deste ano lançou a meta Meatless Consumption (Consumo Sem Carne). Woodall disse que, se todos os 2,3 milhões de estudantes britânicos trocassem um jantar à base de carne vermelha por mais jantar à base de vegetais a cada semana, isso reduziria o uso da terra em 380 mil hectares, uma área maior que o Lake District.

Foto: Plant Based News/Reprodução
Foto: Plant Based News/Reprodução

“A decisão da Goldsmith de proibir a carne bovina é uma aposta no terreno para instituições que querem combater as mudanças climáticas. Se todos os 2,3 milhões de estudantes britânicos fossem comer mais uma refeição por semana, economizaria 2,2 milhões de toneladas de gases do efeito estufa, o mesmo que tirar 600 mil carros das estradas, o que equivale a economizar água de 110 milhões de chuveiros por ano.

“No entanto, é preciso haver alternativas reais disponíveis para que os alunos possam fazer a sua parte sem passar por um ‘peru frio’. O desafio agora é garantir que as alternativas à carne à base de vegetais estejam facilmente disponíveis para que os alunos ainda possam desfrutar de um bom hambúrguer ou um alternativo de espaguete à bolonhesa”.

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

CRUELDADE

TECNOLOGIA

DESUMANIDADE

ACOLHIMENTO

EFICIÊNCIA

VIDAS PERDIDAS

DEDICAÇÃO

SOFRIMENTO EMOCIONAL


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>