África do Sul recebe autorização para aumentar número de rinocerontes caçados como troféus


A África do Sul obteve uma permissão para aumentar o número de rinocerontes negros que podem ser mortos nas caças de troféus, depois de prometer utilizar o dinheiro arrecadado nas caças para proteger espécies criticamente ameaçadas de extinção.

Um rinoceronte negro com um pássaro sentado em sua cabeça
Foto: Pierre-Philippe Marcou/AFP/Getty Images

A decisão contou com o apoio de alguns países africanos e oposição de outros, mas foi aprovada na Convenção sobre o Comércio Internacional de Espécies Ameaçadas de Extinção (CITES, na sigla em inglês).

A população de rinocerontes negros, este ano, registrou um aumento – cerca de 5 mil indivíduos da espécie existem hoje e quase 2 mil estão na África do Sul.

Desde 2003, o continente possui permissão para vender os direitos de caça de cinco rinocerontes negros por ano. Com a nova decisão, esse número crescerá para nove. Os machos adultos serão os alvos, para preservar as fêmeas.

Elizabeth Bennedict, da Wildlife Conservation Society, disse que a ONG se preocupa com o impacto que a decisão causará na população dos rinocerontes negros. “Encorajamos esforços que garantam sua proteção, a prevenção do tráfico e medidas que verdadeiramente apoiem, não prejudiquem, a conservação da espécie”, acrescentou.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.



Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

EXEMPLO

CICLOVIA RIO PINHEIROS

ESTRESSE

RESILIÊNCIA

BRECHAS LEGAIS

DENÚNCIA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>