Cachorrinha pit bull abandonada em pet shop há quatro anos ainda aguarda por um lar


Foto: Sam Taylor
Foto: Sam Taylor

Quando um filhote de pit bull chamado Eva entrou em um petshop para tomar banho no Queens (EUA), ela não tinha ideia de que logo aquele lugar se tornaria sua casa.

De acordo com o tutor de Eva, o gerente do prédio não permitiria mais que ele a mantivesse no apartamento. Em vez de encontrar uma nova casa para ela, ele a deixou temporariamente no salão.

Nos últimos três anos, Eva viveu em uma caixa estreita, sem nada para esperar, exceto a visita ocasional de seu tutor. Até que, eventualmente, as visitas pararam – e também o pagamento pela hospedagem.

Foto: Sam Taylor
Foto: Sam Taylor

Quando Sam Taylor ouviu pela primeira vez a história Eva por um amigo, ele mal podia acreditar no que a cachorrinha de quase 4 anos já tinha passado em sua curta vida.

“Eva não sabe de mais nada. Ela viveu sua vida nesta pequena gaiola no porão”, disse Taylor ao The Dodo. “Toda a situação realmente chegou a mim até o ponto em que pensei: ‘Eva precisa de uma casa imediatamente. Isso é loucura'”.

Desde que Eva foi abandonada, os funcionários da pet shop cuidaram do cão sem-teto – alimentando-a, caminhando com ela e até mesmo vacinando-a.

Mas os recursos são limitados quando se trata de dar amor e atenção a Eva. Os funcionários tentavam passar um tempo com ela nos intervalos, mas à noite, Eva é deixada sozinha no porão.

Quando a loja abre novamente no dia seguinte, Eva está sempre feliz e ansiosa para ver as pessoas.

Foto: Sam Taylor
Foto: Sam Taylor

“Eva é tão doce quanto possível apesar de sua terrível provação”, disse Taylor, “calma, paciente, inteligente, amigável. É difícil imaginar a circunstância que levaria alguém a abandonar um cachorro tão especial”.

O único problema é que a vida solitária de Eva não lhe deu a chance de socializar com outros animais. “Há tantas coisas novas para ela”, disse Taylor. “Ela realmente não sabe como reagir em torno de outros animais – ela é ótima com as pessoas – super doce e dócil. Mas quando ela anda, ela tem energia e esse instinto de filhote de cachorro.”

“Ela só não teve a chance de ser um cachorro”, acrescentou.
Taylor pediu ajuda para abrigos de animais na área dos três estados, mas até agora ninguém conseguiu encontrar espaço para Eva. Agora ele mudou sua busca para encontrar Eva como uma casa e uma família, onde ela possa finalmente aprender o que é ser amada de verdade.

“Ela é muito inteligente e um completo encanto – um tutor experiente não teria problemas com ela”, disse Taylor. “Ela é amigável e se sente confortável em torno de homens e mulheres. Tudo o que queremos é encontrar alguém com um pouco de experiência, tempo e paciência para deixar Eva viver uma ‘vida de cachorro’ que ela tanto deseja e merece”.

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

LEALDADE

COMPROMISSO

ESPECIAL

MAUS-TRATOS

FELICIDADE

TRATAMENTO MÉDICO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>