Gatinha em luto pela morte de tutor só consegue comer se tiver alguém ao seu lado


Foto: Michigan Cat Rescue
Foto: Michigan Cat Rescue

A gatinha Samara conheceu a beleza do amor e a tristeza da perda – não apenas uma vez, mas duas vezes já em sua vida.

Sua vida primeiro virou de cabeça para baixo em 2016, quando seu amado tutor morreu, e a família dele se desfez dela e a deixou em um abrigo lotado em Michigan, nos EUA.

“Não são muitos os resgates que recorrer a esse abrigo, então eles têm uma taxa de mortalidade muito alta”, disse Sasha Oza, diretora executiva da Michigan Cat Rescue, ao The Dodo. “Mas Nancy [Hutchinson], que é a presidente [da Michigan Cat Rescue], vai para lá sempre que pode e tira gatos dali o mais rápido que pode.”

Foto: Michigan Cat Rescue
Foto: Michigan Cat Rescue

Em uma visita casual, os olhos de Hutchinson pousaram em Samara.

“Ela tinha apenas oito meses e sua morte por indução já estava agendada”, disse Oza. “Então nós a pegamos e a trouxemos para o abrigo”.

Não demorou muito para que Samara encontrasse uma nova casa – e uma casa especial e maravilhosa que a acolheu com muito amor.

Foto: Michigan Cat Rescue
Foto: Michigan Cat Rescue

“Ela foi adotada por uma moça realmente maravilhosa chamada Joyce”, disse Oza. “Joyce tornou-se realmente um grande doadora e companheira de nós todos. Ela vinha aos nossos eventos, nos apoiava, estava sempre presente, ela era uma pessoa realmente maravilhosa ”.

“Ela amava de verdade aquele gata“, acrescentou Oza. “Eu guardei algumas fotos de sua página no Facebook, com legendas dizendo: ‘O amor da minha vida’”.

Mas há três semanas, a tragédia aconteceu novamente na vida de Samara.

Foto: Michigan Cat Rescue
Foto: Michigan Cat Rescue

“Joyce faleceu inesperadamente em sua casa”, disse Oza. “Então esta pobre gatinha teve dois de seus tutores morrendo”.

Devido à natureza inesperada da morte de Joyce, a polícia fez uma investigação em sua casa. Quando descobriram Samara, chamaram o controle de animais para buscá-la e levá-la ao abrigo. Felizmente, Hutchinson interveio e convenceu as autoridades a deixá-la levar Samara de volta ao abrigo que ela gerenciava.

“Nancy foi até lá para buscá-la, mas demorou cerca de 24 horas porque Samara estava escondida e aterrorizada”, disse Oza. “Nancy finalmente conseguiu, e nós a acolhemos por cerca de dois dias, e ela estava realmente muito retraída e triste.”

Foto: Michigan Cat Rescue
Foto: Michigan Cat Rescue

Samara se recusou a comer por dias, então ela foi levada ao veterinário – mas nada estava medicamente errado com ela.

“Fizemos exames de sangue completos, o médico a examinou e tudo estava bem com ela”, disse Oza. “Ela literalmente teve um coração partido e não estava comendo de tristeza”.

Oza decidiu levar Samara para casa e cuidar dela pessoalmente – e isso ajudou muito a gatinha.

Foto: Michigan Cat Rescue
Foto: Michigan Cat Rescue

“Ela realmente começou a comer, mas só quando estava sendo acariciada ou quando havia alguém ao seu lado”, disse Oza. “Você precisava estar com ela e sentar com ela enquanto ela comia. Então foi o que fizemos”.

Por fim, Samara começou a comer sozinha, mas ela não perdeu seu amor pela atenção que recebeu.

“Agora que ela saiu de sua concha, ela anseia por contato humano”, disse Oza. “Ela é muito doce e muito mansinha. Ela adora que esfreguem sua barriga – e os gatos geralmente são bem peculiares em relação à barriga deles – mas ela rola pra cima como um cachorro para ter sua barriga acariciada, e ela simplesmente fica deitada lá. Ela ama isso”.

Foto: Michigan Cat Rescue
Foto: Michigan Cat Rescue

Samara também adora brincar com seus brinquedos e perseguir seu próprio rabo – mas acima de tudo, ela anseia por carinho.

“Ela é tão feliz quanto poderia ser agora”, disse Oza. “Ela é uma gatinha muito doce e carente.”

“Talvez por causa do passado dela, Samara tenha se tornado mais ligada às pessoas porque ela está preocupada aqueles que ama deixando-a sozinha”, acrescentou Oza.

Foto: Michigan Cat Rescue
Foto: Michigan Cat Rescue

“Quando a vemos, ela está bem ao nosso lado. Ela quer estar conosco o tempo todo. Se não a acariciamos, ela vai dar um jeito de nos deixar saber que ela quer ser acariciada”

Agora que Samara está se sentindo melhor, ela está pronta para uma nova casa – mas Oza e a equipe do Michigan Cat Rescue querem ter certeza de encontrar a família certa.
“Ela viveu tantas tragédias em sua vida que só queremos que ela seja feliz daqui em diante”, disse Oza.

“Queremos encontrar alguém que lhe dê muita atenção porque ela realmente precisa disso. Ela definitivamente é um gatinho carente. Ela só quer estar com você”, concluiu ela.

Foto: Michigan Cat Rescue
Foto: Michigan Cat Rescue

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

 


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

MAUS-TRATOS

DEBILITADO

DECISÃO JUDICIAL

INSPIRAÇÃO

DENÚNCIA

MUDANÇAS CLIMÁTICAS

RETROCESSO

RESPONSABILIDADE

SOLIDARIEDADE


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>