Mulheres são agredidas ao tentarem defender cão que era enforcado no RJ


Duas mulheres, mãe e filha, foram agredidas em um bar na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, ao tentar defender um cachorro que, segundo uma das vítimas, foi enforcado. O caso aconteceu no domingo (28).

Foto: Reprodução / Jornal Bom Dia Rio

A vítima afirma que havia seis pessoas e dois cachorros em uma mesa em um bar e que, num determinado momento, um dos homens começou a enforcar um dos cachorros com a coleira. Ela pediu para que ele parasse e acabou sendo agredida.

“Ele pulava com o cachorro de lado para lado, e todo mundo começou a comentar”, comentou ao G1.

De acordo com testemunhas que estavam no local, mãe e filha foram agredidas pelo homem e por outras duas mulheres que integravam o grupo.

“Ela foi para cima de mim. Foi quando a minha filha levantou para me defender. Ele empurrou a minha filha e ela pegou no cabelo, me deu um tapa e começou o puxão de cabelo para lá e para cá. Enquanto isso, o cara estava batendo na minha filha e a outra mulher também começou a bater”, afirmou uma das vítimas, que prefere que ela e a filha não sejam identificadas.

Foto: Reprodução/ TV Globo

A filha recebeu socos e pontapés na cabeça e desmaiou. Os agressores pagaram a conta e fugiram. “Ver a minha filha sendo linchada no chão e não poder fazer nada porque as outras duas mulheres estavam me segurando, e ver a mulher dando joelhada na cabeça dela e outro cara mordendo o braço da minha filha, é uma imagem que eu nunca vou esquecer”, desabafou a mãe.

O caso foi registrado na 16ª Delegacia Policial, da Barra da Tijuca. Os proprietários do bar tem depoimento marcado para esta quarta-feira (31). Caso sejam identificados pela polícia, os agressores responderão por lesão corporal.

Foto: Reprodução/ TV Globo

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.



Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

CHINA

HEROÍNA

FINAL FELIZ

PAUTA EMERGENCIAL

SOLIDARIEDADE

GESTO DE AMOR

TAILÂNDIA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>