Sobe para 4,869 milhões o número de porcos mortos após contaminação por peste suína


A Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO) anunciou que 4.869.155 porcos foram mortos em países asiáticos, até quarta-feira (24), devido à contaminação pela peste suína africana (ASF, na sigla em inglês). Ainda não há tratamento disponível para a doença, que não tem cura. São 700.338 animais mortos a mais do que o registrado em 18 de julho. A FAO informou que faz um levantamento com base nos casos informados por órgãos federais de cada país.

Foto: Pixabay/Ilustrativa

No Vietnã, o número de porcos mortos subiu de 3 milhões para 3,7 milhões. O país registra o pior cenário no que se refere à peste suína. O Ministério da Agricultura e Desenvolvimento Rural local revelou que 62 províncias foram atingidas pela doença desde 19 de fevereiro.

Quatro novos casos da enfermidade foram registrados no Laos. Novos surtos foram identificados na província de Phongsaly. Desde 20 de junho, quando houve a identificação da doença, 14 focos foram encontrados em quatro províncias. No levantamento desta quinta, registrou-se a morte de 338 porcos, totalizando 3,05 mil.

São 238 focos da doença espalhados pela Ásia, segundo a FAO. No último levantamento eram 234. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

A China é o país que, em termos de extensão, tem a situação mais crítica, com 149 focos em 32 províncias, incluindo a região administrativa de Hong Kong. O surto foi identificado em agosto do ano passado. Desde então, 1,16 milhão de porcos foram mortos, segundo o Ministério da Agricultura e Assuntos Rurais do país. Os dados não sofreram alterações em relação ao levantamento anterior.

O Ministério da Agricultura, Florestas e Pesca do Camboja informou que, desde a identificação da doença, em 2 de abril, 2,85 mil porcos foram mortos e cinco províncias foram afetadas. Na Coreia do Norte foi identificado apenas um caso da doença, desde 23 de maio, atingindo uma única província e levando 77 porcos à morte. Na Mongólia, 11 surtos foram notificados em seis províncias e uma cidade desde a detecção do primeiro caso, em 15 de janeiro. Foram mortos 3,1 mil porcos, aproximadamente 10% da quantidade de porcos que vivem no país. Em todos esses países, não houve atualizações em relação ao levantamento anterior.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.



Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

AMOR CANINO

FAKE NEWS

GANÂNCIA

SEQUESTRO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>