Mulher mata cachorros e arara-azul a tiros em Itapemirim (ES)


Uma mulher matou três cachorros e uma arara-azul a tiros em Itapemirim, no Espírito Santo. O crime aconteceu no último sábado (20) e a mulher, que sofre de depressão, afirmou que estava em surto quando matou os animais.

Foto: Pixabay / Ilustrativa

Após ser denunciada, a mulher foi encaminhada para uma delegacia de Polícia Civil. As informações são do portal Gazeta Online.

A mulher disse que pretendia tirar a própria vida e decidiu matar os animais porque gostava muito deles e sabia que, se ela cometesse suicídio, não haveria ninguém para cuidar deles.

A Polícia Civil emitiu uma nota por meio da qual explicou que a mulher assinou um termo circunstanciado de ocorrência e foi liberada em seguida. Ela responderá por crime ambiental.

A arma utilizada no crime era registrada e foi apreendida, assim como as munições. Os itens foram encaminhados para exame de balística e uma perícia foi realizada no domingo (21) no local do crime.

Os policiais orientaram a mulher a procurar ajuda psicológica, segundo o portal Aqui Notícias.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.



Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

PRESERVAÇÃO

DESESPERO

CONSOLO

CALIFÓRNIA

ANGÚSTIA

COMPANHIA

VIOLÊNCIA INJUSTIFICADA

ASSASSINATO BRUTAL

EXEMPLO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>