Guaxinim é resgatado após ficar preso no cimento


Foto: Southwest Wildlife Conservation
Foto: Southwest Wildlife Conservation

O guaxinim foi salvo pela equipe do Centro de Resgate Southwest Wildlife Conservation Center, em Scottsdale, Arixona (USA) após ter caído dentro de um compartimento cheio de cimento em um canteiro de obras da região.

“Nossa equipe de resgate saiu, recolheu-a, trouxe-a para cá e então tivemos que sedá-la e trabalhar para tirar todo aquele cimento dela”, disse Khymberly Lewis, do Centro de Conservação da Vida Selvagem do Sudoeste.

Foto: Southwest Wildlife Conservation
Foto: Southwest Wildlife Conservation

Os resgatantes disseram que não saber como ou por que o guaxinim – que na verdade era um guaxinim do sexo feminino e já idosa – poderia estar passando pelo canteiro de obras, mas sabiam que tinham que agir rápido para salvar sua vida.

Os funcionários do centro de resgate administraram soro e fluidos ao guaxinim resgatado e a aqueceram com um cobertor, mas não sabiam como tirar todo o cimento dela.

Foto: Southwest Wildlife Conservation
Foto: Southwest Wildlife Conservation

A equipe então depilou o animal e a mergulharam água morna de vinagre e sua pele e pelos saíram limpos como novos. Veterinários disseram que ela já foi mãe e já tem certa idade, com mais alguns cuidados médicos, ela vai se recuperar totalmente.

Foto: Southwest Wildlife Conservation
Foto: Southwest Wildlife Conservation

“Como ela não teve muita interação humana, então ela ainda se mostra muito medrosa e nervosa, estamos tentando limitar seu estresse ao máximo. Logo ela está fora do nosso centro de reabilitação e de volta a natureza”, disse Lewis.

“Vai levar alguns meses para ela conseguir o pelo todo de volta, e nós também queremos que ela ganhe um pouco de peso e a libertaremos quando estiver mais frio”.

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

PRESERVAÇÃO

VAQUINHA ON-LINE

FINAL FELIZ

LEALDADE

COMPROMISSO

ESPECIAL

MAUS-TRATOS


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>