Por David Arioch

A usina deve gerar 2,8 megawatts de eletricidade, o suficiente para começar abastecendo cerca de duas mil residências no Paraná (Foto: Getty)

O Paraná será o primeiro estado do Brasil a produzir bioenergia a partir de esgoto e lixo orgânico. A usina deve gerar 2,8 megawatts de eletricidade, o suficiente para começar abastecendo cerca de duas mil residências no Paraná.

O projeto está sendo colocado em prática pela companhia CS Bioenergia, que conseguiu licença do Instituto Ambiental do Paraná (IAP) para a geração de biogás e biofertilizante por meio de matérias-primas obtidas junto às estações de tratamento de esgoto e coleta de lixo.

A estimativa inicial é de aproveitamento de mil metros cúbicos de esgoto e 300 toneladas de lixo orgânico dos aterros.

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.