MUDANÇA CLIMÁTICA

Papa Francisco pede ação imediata em relação à crise do clima em reunião no Vaticano

O discurso ocorreu durante um evento no Vaticano com as maiores companhias multinacionais de petróleo do mundo, onde que o Papa alertou que o futuro da humanidade esta ameaçado

Foto: Twitter
Foto: Twitter

O Papa Francisco falou sobre a atual crise climática durante uma reunião de cúpula com companhias multinacionais de petróleo, alertando que “o tempo está se esgotando”.

O papa disse que a cúpula, intitulada Os Diálogos do Vaticano: A Transição de Energia e o Cuidado para o Lar Comum, está ocorrendo em um “momento crítico”, acrescentando que a mudança climática “ameaça o próprio futuro da família humana”.

Ação urgente

FAÇA PARTE DO #DiaDeDoarAgora EM 5 DE MAIO

Segundo o Vaticano News, o Papa disse: “Devemos agir de acordo, a fim de evitar a perpetuação de um ato brutal de injustiça contra os pobres e as futuras gerações”.
“São os pobres que sofrem os piores impactos da crise climática.”

O papa Francis levantou três pontos durante a cúpula: “uma transição justa para uma energia mais limpa, precificação de carbono e transparência na notificação do risco climático”.

Esperança

O papa terminou a reunião afirmando: “A crise climática exige” nossa ação decisiva, aqui e agora “e a Igreja está totalmente comprometida em fazer sua parte.

“Ainda há esperança e resta tempo para evitar os piores impactos da mudança climática … desde que haja uma ação rápida e resoluta.”

Greta Thunberg apela ao Papa em prol de ações contra a mudança climática

Em abril deste ano a ativista ambiental vegana, Greta Thunberg, pediu ao papa que se juntasse a luta contra a mudança climática.

Thunberg esteve nas manchetes globais nos últimos meses, em função de seus incansáveis esforços em prol do planeta, que incluem encorajar estudantes a participar de manifestações exigindo ação política sobre mudança climática, enquanto entram “em greve” da escola. Sua influência se espalhou para além de sua terra natal, a Suécia, alcançando toda a Europa e ainda mais além.

Em seu último esforço para chamar a atenção para a questão, a adolescente foi à Cidade do Vaticano e compareceu a uma audiência com o papa. Segundo relatos, Thunberg tomou seu lugar na seção VIP na Praça de São Pedro, segurando uma placa – e o Papa Francisco veio vê-la.

Thunberg tem feito campanhas na intenção de fazer com que os políticos prestem mais atenção à iminente crise climática – e continuará fazendo lobby durante a Páscoa.

“Agora estou no trem a caminho do Parlamento da União Europeia, do Senado italiano, do Vaticano e da Casa do Parlamento em Londres, durante o feriado de Páscoa”, escreveu ela no Facebook no final de semana.

“E na sexta-feira eu vou participar da greve geral das escolas em Roma. Eu sei que é feriado, mas assim como a crise climática não sai de férias, eu também não”.

Reconhecimento

Os esforços de Thunberg não passaram despercebidos – ela se tornou uma figura comum na grande mídia. Além disso, ela foi nomeada para o Prêmio Nobel da Paz e ganhou o primeiro prestigiado Prêmio Liberté.

A ativista disse que ficou “honrada e muito grata por esta nomeação ao Nobel” depois que seu nome foi apresentado por três parlamentares noruegueses do Partido da Esquerda Socialista, que disseram “o movimento massivo que Greta colocou em ação é uma contribuição muito importante para a paz”. Eles acrescentaram que “as ameaças climáticas são talvez uma das contribuições mais importantes para a guerra e o conflito”.

Ao escrever sobre o prêmio Liberté, recentemente recebido por ela, Thunberg disse: “A crise climática não está apenas ameaçando as condições de vida de bilhões de pessoas. Está realmente ameaçando toda a nossa civilização como a conhecemos. E são os menos responsáveis que são mais afetados”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui