Meghan Markle fala sobre a alegria incomparável de se adotar um animal


Foto: AP
Foto: AP

A duquesa de Sussex revelou na visita anual realizada a ONG de resgate de animais que ela patrocina, a alegria poderosa e transformadora de vidas que ela sentiu ao adotar um animal resgatado.

Meghan de 37 anos, é patrona do The Mayhew Animal Home, em Londres, Inglaterra pode estar naturalmente ocupada com maternidade, cuidando de Archie, seu filho de apenas seis semanas de idade, mas ela ainda tem a caridade como uma de suas maiores prioridades na vida.

“Como tutora orgulhosa de cães resgatados, sei por experiência própria que imensa alegria a adoção de um animal pode trazer a sua casa”, escreveu ela.

A ex-atriz adotou dois cães de resgate, um beagle chamado Guy e uma mistura de pastor de labrador chamado Bogart.

Enquanto Guy veio para o Reino Unido com Meghan quando ela se mudou de Toronto para morar com Harry – e desde então tem sido visto cavalgando com a rainha – Bogart era muito idoso para viajar e teve que ficar para trás com os amigos da duquesa.

Meghan acrescentou: “O papel que nós, como pessoas, desempenhamos no reavivar e resgatar esses animais é vital, mas o papel de organizações como a Mayhew é incomparável”.

“O que inicialmente me impressionou em relação a Mayhew especificamente é a abordagem baseada na comunidade, não apenas em reabilitar os animais, mas nos cuidados preventivos que inibem esses gatos e cachorros de acabar em abrigos”.

Foto: The Mayhew Animal Home
Foto: The Mayhew Animal Home

Mãe de um menino, Meghan passou a incentivar as pessoas a apoiarem a instituição de bem-estar animal de qualquer maneira que puderem – seja através da adoção, do voluntariado, doação ou espalhando mensagens de conscientização.

“A escolha de adotar um animal doméstico é uma grande decisão que envolve muita responsabilidade, mas tem também um retorno infinito sobre o investimento”, acrescentou ela. “Isso, sem dúvida, mudará sua vida.”

A duquesa visitou o abrigo Mayhew Animal Home em 16 de janeiro, quando estava grávida de seis meses de Archie, marcando sua primeira visita oficial à instituição de caridade já em seu papel de patrona.

Foto: Kensington Royal/Twitter
Foto: Kensington Royal/Twitter

De acordo com os espectadores, a amante de animais Meghan ficou particularmente impressionada com uma cachorrinha sem raça definida mas com uma mistura proeminente da raça jack russell, chamada Minnie, que entraria para adoção.

Ela queria levá-la para casa, mas disse: “Não podemos levar outro cachorro antes do bebê, pois nossas mãos estão muito cheias!”

Durante sua visita, Meghan também acariciou um cachorro chamado Roobarb e conheceu Wully Struthers, um antigo frequentador do abrigo, que estava lá com seus dois Staffies, Azzy e Gallis.

Foto: Kensington Palace/Twitter
Foto: Kensington Palace/Twitter

A duquesa perguntou gentilmente sobre a ex-moradora do abrigo Maggie (anteriormente conhecida como Truffle), que vive atualmente com sua nova tutora, Emma. O filhote de jack russell foi resgatado de uma fazenda suspeita de ser uma fábrica de filhotes, em outubro do ano passado.

O filhote que roubou o coração de Meghan, Minnie, é descrito pelos funcionários do abrigo como uma “garota tímida e sensível” que “pode ficar acuada perto de estranhos e se assusta com ruídos altos”.

Meghan se reuniu com funcionários, voluntários e beneficiários durante sua visita hoje, e ouviu mais sobre as várias iniciativas da instituição, desde o envolvimento da comunidade até projetos internacionais.

Ela também aprendeu sobre vários projetos administrados pela instituição, criados para melhorar a vida de animais e pessoas e para melhorar as comunidades tanto em Londres quanto internacionalmente.

Foto: Getty Images
Foto: Getty Images

Essas iniciativas incluem resgates de animais, trabalho com moradores de rua e seus animais domésticos, programas de bem-estar animal, como o programa Trap, Neuter and Return (castrar, esterilizar e devolver), e projetos internacionais, incluindo vacinação contra a raiva canina em Cabul.

Meghan passou um tempo visitando as instalações, conhecendo membros da comunidade e animais que se beneficiaram diretamente do trabalho da entidade.

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

CATIVO EM ZOO

CRIME AMBIENTAL

RESPONSABILIZAÇÃO

ABERRAÇÃO LEGISLATIVA

ESCRAVIDÃO

EXEMPLO

CICLOVIA RIO PINHEIROS

ESTRESSE


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>