Cão doente e muito ferido é abandonado amarrado em meio ao lixo em Goiás


Divulgação

Um cachorro doente e bastante machucado foi resgatado após ser abandonado do lado de fora de uma casa, amarrado em meio ao lixo. O caso aconteceu no Residencial São Leopoldo, em Goiânia (GO), na terça-feira (19). O animal estava cercado de mosca.

Encaminhado a uma clínica veterinária, o cão foi diagnosticado com infecção grave e vários tumores. O veterinário que o examinou disse que o caso é grave e que o animal corre risco de morte.

Para abandonar o cachorro, o tutor fez um pequeno buraco no muro, pelo qual passou uma corda de dentro da casa onde mora para um terreno vazio, onde deixou o cachorro amarrado.

O animal foi resgatado após ficar cinco dias abandonado. Ele foi salvo pelo grupo Protetores de Animais. “A água e comida que tinham eram voluntários que levaram. O lugar era sujo, um mau cheiro muito grande. Ele estava magro, desidratado, com várias feridas pelo corpo, tumores, com a boca sangrando”, disse ao G1 a estudante de veterinária e voluntária do grupo de proteção, Morgana Sioramonte.

Apesar de estar debilitado, o cachorro abanou o rabo ao perceber que os voluntários haviam chegado. Tupã, como foi batizado, levantou do local com dificuldade após os protetores retirarem a coleira que o mantinha preso.

“O estado dele é grave, uma situação bem desfavorável. Ele tem uma infecção, larvas pelo corpo, vários machucados e tumores. Ele foi colocado no soro”, disse o veterinário Rafael Naves.

Não se sabe ainda por quanto tempo o cão ficará internado e o custo do tratamento. “Se ele reagir, sobreviver ao tratamento inicial, ele vai ter que passar por quimioterapia para tratar os tumores”, explicou o veterinário.

Para arcar com os gastos de Tupã, os voluntários estão pedindo doações. “Cada diária é R$ 250. Tem o tratamento inicial, e se ele fizer quimioterapia são mais R$ 200 por sessão. Então não sabemos quanto custará tudo, mas será uma quantia bem alta, pelo estado dele”, disse Morgana.

Interessados em doar qualquer quantia para colaborar com o tratamento veterinário do animal devem entrar em contato com os protetores através das redes sociais do grupo.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

ESTRESSE

RESILIÊNCIA

BRECHAS LEGAIS

DENÚNCIA

ATROCIDADE


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>