EXEMPLO

Favorito ao cargo de premiê, Boris Johnson deixa de consumir alimentos de origem animal

Johnson dizia que jamais deixaria de consumir carne (Foto: Reuters)

Por David Arioch

Johnson dizia que jamais deixaria de consumir carne (Foto: Reuters)

Apontado como favorito ao cargo de primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, do Partido Conservador, disse em entrevista em 2008 que se os ambientalistas acreditavam seriamente que um dia ele desistiria do consumo de carne, “na esperança de ajudar a reduzir a temperatura do planeta”, eles só poderiam estar totalmente loucos.

Johnson falava com orgulho à imprensa sobre as noites de chouriço. Na realidade, ele fazia questão de se declarar como um grande consumidor de carne. No entanto, o tempo parece ter mudado a opinião do político britânico que já foi prefeito de Londres.

FAÇA PARTE DO #DiaDeDoarAgora EM 5 DE MAIO

Segundo o jornal britânico Daily Mail, Boris Johnson diz agora que “está brincando de ser vegano”. A declaração surgiu após ele admitir que abandonou em maio o consumo de alimentos de origem animal, por influência da namorada Carrie Symonds.

A mudança permitiu que Johnson perdesse mais de cinco quilos em duas semanas e passasse a se preocupar com animais e a se interessar por veículos elétricos.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA


 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui