Estudo aponta que 86% das pessoas se separariam de um parceiro que não gostasse de seu cão


De acordo com uma nova pesquisa, se você gosta de alguém, de forma romântica, é melhor se dar bem com o cachorro dessa pessoa também.

A pesquisa foi conduzida pela empresa Wag!, empresa de passeadores de cães, relata o site WJLA. Descobriu-se que quatro em cada cinco donos de cães disseram que a reação que seu cão tem em relação a um parceiro em potencial, afeta seus sentimentos no relacionamento.

Além disso, 86% dos participantes da pesquisa disseram que se separariam de um parceiro que não gostasse de seu cachorro, dizendo que um parceiro em potencial que não gostasse do cachorro era pior do que uma pessoa que não quisesse ter filhos, tivesse mal hálito ou não se vestisse bem.

A CEO da Wag!, Hilary Schneider, disse: “Não é surpresa para nós da Wag! que os pais do cão dão valor às opiniões de seus cães sobre outros seres humanos e que isso represente um fator decisivo em suas vidas amorosas”.

A relação entre tutores e cães é desenvolvida no dia a dia, repleta de particularidades, entrega e momentos únicos que muitas vezes não são partilhados por nenhum outro ser humano nas relações do tutor.

É natural que o cachorro desempenhe papel fundamental na hora de escolher um parceiro amoroso, em virtude da força da troca e do amor envolvidos entre tutor e animal.

Muitas pessoas consideram seus cães e gatos mais importantes que outros seres humanos e delegam a eles o papel primordial em seus corações e sentimentos.

Ou seja, para entrar no coração dessas pessoas, é preciso antes passar por seus companheiros de quatro patas primeiro.

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA


 


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

CALIFÓRNIA

ANGÚSTIA

COMPANHIA

VIOLÊNCIA INJUSTIFICADA

ASSASSINATO BRUTAL

EXEMPLO

AGROPECUÁRIA

POVOS ORIGINÁRIOS

FINAL FELIZ


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>