Família arrecada recursos para levar animais de Niterói (RJ) para Portugal


Uma família de Niterói, no Rio de Janeiro, está arrecadando recursos para pagar os custos do transporte de três cachorros e de um gato para Portugal. Os tutores dos animais, Marcelle Rebelo, de 43 anos, e Rodrigo Guerra, de 44 anos, mudaram de país em fevereiro devido a uma proposta de trabalho. Abandonar os animais, no entanto, jamais esteve nos planos do casal, que decidiu fazer uma mobilização para conseguir o dinheiro necessário para pagar a viagem dos cães e do gato.

Foto: Reprodução / O São Gonçalo

Marcelle, o marido e o filho de 9 anos do casal sentem muita falta dos cães Apolo, de 13 anos, Sol, de 13 anos, Brown, de 1 ano, e do gato Felix, de 1 ano. “Nós viemos para esse novo lugar mas nossa família só estará completa com a vinda dos nossos filhos de quatro patas. É muito doloroso saber que eles ficaram no Brasil. Não quero que sofram, quero conseguir trazê-los o mais rápido possível”, desabafou Marcelle ao portal O São Gonçalo.

Para transportar os animais até Portugal, documentos precisam ser devidamente preenchidos, taxas devem ser pagas, além do gasto com passagem aérea de uma pessoa de confiança, que levará os animais, e o preço das caixas de transporte adequadas, que tem alto custo. No total, a família precisa arrecadar R$ 7 mil. Para isso, decidiu recorrer a uma “vaquinha online”.

Foto: Reprodução / O São Gonçalo

“Nós já vendemos muitas coisas e estamos economizando o máximo, e é com esse dinheiro que conseguimos manter uma pessoa cuidando dos nossos animais no Brasil”, explicou a coach.

Para manter os cães no Brasil, o casal alugou uma casa, na qual Apolo, Sol, Brown e Felix estão vivendo. “Todo o esforço para dar esse amparo para aos nossos ‘filhos’ é porque sabemos como está sendo sofrido estarmos longe deles. Não quero que se sintam abandonados. Todos os dias eu choro, desenvolvi ansiedade e depressão nesse período”, lamentou Michelle, emocionada.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

AÇÃO SOCIAL

PRECAUÇÃO

ÍNDIA

ESTUDO

ÓRFÃO

ARTIGO

DESACATO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>