Cinquenta jabutis serão reintroduzidos no Parque da Tijuca


David Arioch

Jabutis ficarão em regime de aclimatação até serem considerados aptos à soltura (Foto: ICMBio/Divulgação)

Cinquenta jabutis-tinga chegaram neste mês ao Rio de Janeiro e deverão ser soltos no Parque Nacional da Tijuca.

A iniciativa faz parte do Projeto Refauna e envolve a equipe da unidade de conservação e pesquisadores das universidades federais do Rio de Janeiro (UFRJ) e Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ). O parque é administrado pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).

Doados pela Universidade Federal do Mato Grosso (UFMT), os animais foram distribuídos em quatro voos saídos de Cuiabá (MT) e estão em quarentena sob cuidados do Ibama. Veterinários da UFRRJ farão exames. Depois de atestada a saúde dos jabutis, eles serão transferidos para o parque da Tijuca, onde passarão por um processo de adaptação para soltura na natureza.

No parque, os jabutis ficarão, inicialmente, em regime de aclimatação até serem considerados aptos à soltura. Depois de soltos, a equipe de pesquisadores do Projeto Refauna continuará a monitorá-los por radiotelemetria para verificar a sobrevivência e saúde dos animais e a necessidade ou não do reforço da população na unidade de conservação.

Para isso, os animais receberão radiotransmissores que permitirão aos pesquisadores acompanhá-los mesmo quando eles não puderem ser vistos. Isso permite o monitoramento em tempo real dos jabutis e a adoção de ações de proteção quando for preciso.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

MAUS-TRATOS

PROTEÇÃO ANIMAL

INESPERADO

ASCENSÃO

GRATIDÃO

INDEFESAS


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>