Cadelinha dá à luz no banco de trás do carro logo após ser resgatada


Foto: Rebecca Lynch
Foto: Rebecca Lynch

Rebecca Lynch estava de férias com o marido em Savannah, na Geórgia (EUA), quando ela decidiu fazer uma parada não planejada antes de voltar para casa. Enquanto a maioria das pessoas armazenava lembranças da viagem, Lynch decidiu levar para casa algo mais significativo.

“Eu sei que a Geórgia tem muitos abrigos rurais com altos índices de morte por indução e eu sabia, naquela altura, que queria salvar o cão mais necessitado de um abrigo, que u conseguisse, antes de voltar para casa”, disse Lynch ao The Dodo. “Eu tinha espaço no meu carro e queria ajudar.”

Foto: Rebecca Lynch
Foto: Rebecca Lynch

Infelizmente, em alguns abrigos americanos, conforme o estado, a lei permite que cães que não sejam adotados até determinado tempo sejam mortos por indução.

Lynch tinha ouvido falar de Lizzy, uma jovem cadelinha da raça terrier, que estava em situação de rua, e corria o risco de ser morta, por meio de um amigo que morava na área. Alguém havia deixado Lizzy grávida em um abrigo, de acordo com Lynch.

Lynch sabia que não poderia deixar o cadelinha jovem, que também tinha uma perna quebrada, sofrer mais.

A fim de fazer com que a viagem de uma hora até a Flórida, casa de Lynch, fosse confortável para a cadelinha desabrigada, o casal colocou uma cama e um cobertor no banco de trás. Lynch também sentou ao lado de Lizzy, acariciando-a suavemente, para confortá-la e protegê-la, enquanto seu marido dirigia.

“Eu sabia que ela estava nervosa e com medo e eu só queria consolá-la durante a viagem”, disse Lynch.

Mas o casal pode ter feito um trabalho excepcionalmente bom em fazer Lizzy se sentir segura.

“Cerca de uma hora depois, ela finalmente relaxou e esfregou a cabecinha na minha mão enquanto eu acariciava ela”, disse Lynch. “Uma vez que ela se sentiu segura e confortável, a cadelinha decidiu que estava na hora. Ela começou a ofegar e ficou inquieta; Eu disse ao meu marido: “Acho que ela está em trabalho de parto!”

Levou apenas 20 minutos para Lizzy dar à luz seu primeiro filhote na parte de trás do carro. Lynch atuou como parteira, ajudando a manter a nova mãe calma e garantindo que todos os bebês estivessem seguros ao nascer.

Foto: Rebecca Lynch
Foto: Rebecca Lynch

No momento em que chegaram a um veterinário, Lizzy ja tinha trazido três filhotes para o mundo. “Ela era uma profissional!”, Disse Lynch. “Fomos direto ao veterinário e eles disseram que tudo parecia bom”.

Mas não parou por aí, Lynch observou: “Lizzy teve mais um filhote no veterinário, depois mais dois no carro para casa. Foi uma experiência inacreditável e Lizzy foi uma mamãe tão incrível”.

Depois de uma viagem cheia de emoções, a pequena família está indo muito bem. Lizzy e seus seis filhotes passarão mais alguns dias no veterinário antes de voltar para a casa de Lynch, onde serão mantidos até que todos estejam prontos para encontrar suas famílias.

Foto: Rebecca Lynch
Foto: Rebecca Lynch

Lizzy sabe o quão sortuda ela é e faz questão de mostrar aos seus salvadores que ela é grata pela segunda chance que recebeu.

“Lizzy é uma princesa. Se coração esta aberto para nós, mesmo com tudo o que ela passou em sua curta vida, ela é tão amorosa e confiante ”, disse Lynch. “Ela é uma alma gentil e amorosa. Um ser notável e único, que mudou nossas vidas para sempre”.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

ASSASSINATO BRUTAL

EXEMPLO

AGROPECUÁRIA

POVOS ORIGINÁRIOS

FINAL FELIZ

DOR E SOFRIMENTO

DESUMANIDADE

AGRESSÃO BRUTAL


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>