Cão cego encontra companheiro inseparável que o acompanha em todo lugar


Toby e Amos | Foto: Caters
Toby e Amos | Foto: Caters

A lealdade e o amor entre os animais já foi flagrada em diversas situações: cães que não saem do lado de seus amigos mesmo mortos, sejam eles humanos ou não-humanos, outros que acordam entes queridos quando algum de seus familiares passa mal, salvando suas vidas e uma infinidade de outras histórias envolvendo não apenas cães, mas as mais diversas espécies de animais.

Neste caso, é Amos, o cão cego, que vai conhecer e se beneficiar da amizade profunda e sincera de outro companheiro de quatro patas, que vai ajuda-lo a caminhar pelo mundo.

Amos e Toby, inseparáveis | Foto: Caters
Amos e Toby, inseparáveis | Foto: Caters

Amos foi resgatado em agosto do ano passado por sua tutora, Jess Martin, de 27 anos, do centro de resgate em que trabalhava ao lado de seu emprego em relações públicas para o serviço de atendimento do Cheshire Fire and Rescue.

O amigo fel de Amos é Toby, um cão da raça border terrier de nove anos de idade. Toby foi cauteloso com Amos no início, mas agora o adorável cão ajuda Amos a andar por todo lado e até encontrar sua tigela de água.

Apesar de seu tamanho, Toby teria até mesmo defendido Amos em situações de perigo.

Toby e Amos curtindo um passeio | Foto: Caters
Toby e Amos curtindo um passeio | Foto: Caters

O vínculo de confiança entre os dois é notável e profundo, o adorável cão cego encontrou na amizade do amigo a capacidade e a coragem que lhe faltava para sair por aí e conhecer o mundo e Toby se tornou seu melhor amigo.

Jess ja tinha na família Toby há nove anos, mas adotou Amos no ano passado, quando ele nasceu no abrigo.

Amos nasceu cego, o que significava que seria complicado encontrar um lar para ele.

Aventuras e carinhos | Foto: Caters
Aventuras e carinhos | Foto: Caters

Ela conta que Toby foi inicialmente um pouco distante com seu novo melhor amigo. “No começo Toby rosnou para ele algumas vezes e depois o ignorou – Amos veio de um canil e não sabia ainda como se relacionar com outros cães”, diz ela.

Mas os dois rapidamente se encantaram um com o outro, e Jess diz que viu Amos lutando para encontrar sua tigela de água e que “Toby cutucou e ajudou-o a encontrá-la”.

Quando Amos precisou ter seu olho removido, Toby não saiu do seu lado e foi muito protetor em relação a ele.

Amos e Toby, passeando juntos em uma aventura nas montanhas | Foto: Caters
Amos e Toby, passeando juntos em uma aventura nas montanhas | Foto: Caters

Jess e seu parceiro fazem muitas aventuras com os dois cachorros e dizem que Amos cutuca Toby toda vez que ele precisa de ajuda quando estão fora, passeando.

Ela acrescentou: “Quando saímos para caminhar juntos pela primeira vez, Amos estava muito assustado, especialmente com os ruídos e Toby rapidamente percebeu que ele precisava de ajuda – então, toda vez que Amós estava parando, Toby ia deitar-se ao lado dele até que ele estivesse pronto para seguir em frente”.

Infelizmente, Amos não tem outros amigos porque não sabe se comunicar com outros cães, mas Toby está sempre presente para protegê-lo. Jess chama Toby de “guarda-costas” de Amos.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

SOB INVESTIGAÇÃO

AGRESSÃO BRUTAL

INSTINTO

VIDA NA RUA

RESPEITO E AFETO

FINAL FELIZ

TRISTEZA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>