Cão tem pata amputada após ser atropelado por trem em Porto Alegre (RS)


Um cachorro teve uma das patas amputada após ser atropelado por um trem, na segunda-feira (13), em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul.

Uma estudante de medicina veterinária, que acompanhou o animal no atendimento, afirmou que o cão estava ferido nos trilhos quando a maquinista anunciou que iria socorrê-lo. As informações são do portal GaúchaZH.

Foto: Arquivo Pessoal

“Ela avisou via rádio que estava fazendo o resgate e perguntou se alguém poderia ajudar. Disse que o estado do cachorro era grave”, afirmou a jovem, que preferiu não ter a identidade revelada.

A universitária desceu do vagão na estação São Pedro para observar a situação, mas o veículo arrancou e ela só conseguiu encontrar o cachorro quando desembarcou na rodoviária.

“Um carro da Trensurb buscaria o cachorro, e já fazia uns 40 minutos que ele estava agonizando de dor, mas o veículo teve que atender a um imprevisto. Mais uns 40 minutos depois, fui na entrada da estação e falei com atendentes, que disseram que levaria outros 10 minutos, mas acabou chegando antes”, disse.

Preocupada com o animal, enquanto o carro não chegava, a jovem tentou buscar ajuda com a Brigada Militar e com a prefeitura, mas foi informada que os órgãos não prestam este tipo de serviço.

A estudante acompanhou o cachorro, que foi levado para uma clínica particular. Ele será submetido a uma cirurgia para amputar mais uma parte da pata. Uma vaquinha online irá arrecadar recursos para o tratamento.

A Trensurb se pronunciou sobre o caso através de uma nota. “Informamos que uma veterinária estava na estação e se colocou à disposição de ajudar; a segurança da Trensurb fez o transporte até a clínica para os procedimentos. Informamos, ainda, que a Trensurb possui parcerias com ONGs e busca firmar convênios institucionais com as prefeituras para buscar atendimento nesses casos de urgência”, diz o comunicado.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

ESTUDO

FINAL FELIZ

MIGRAÇÃO

EXPLORAÇÃO

APELO

LUTO

FLORIANÓPOLIS (SC)

SÃO PAULO

INOVAÇÃO

AMOR


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>