Traficados até a extinção: mais de 23 toneladas de escamas de pangolins são confiscadas em Cingapura

silvana
April 25, 2019

Agências de proteção aos animais afirmam que a carga é uma resposta à morte de mais de 40 mil desses animais.

Foto: Paul Hilton/WCS

A polícia de Cingapura encontrou, em um intervalo de seis dias, mais de 23 toneladas em escamas de pangolins sendo exportadas da Nigéria para o Vietnã em diferentes containers. Na quarta-feira passada (10), foram encontradas quase 13 toneladas de escamas escondidas entre sacos de carne congelada. Nesta segunda (15), foram encontrados mais destes sacos que também totalizavam quase 13 toneladas, escondidos no mesmo tipo de carga que o caso anterior. Somados o pesos desta atividade de tráfico de animais, o valor das escamas chega aos 77 milhões de dólares singapurianos – o que corresponde a mais ou menos 220 milhões de reais.

Agências de proteção aos animais estimam que para chegar ao peso total dessas cargas, foi preciso matar em torno de 40 mil desses mamíferos, e as escamas encontradas no território asiático são ligadas à quatro espécies de pangolins africanos. “Estima-se que a média de contrabando dessas escamas por ano é de 20 toneladas”, afirma Crawford Allan, diretor sênior da TRAFFIC, rede de monitoramento de comércio da vida selvagem, montada pela WWF em conjunto com a União Internacional de Conservação da Natureza. “Já em 2019 a gente viu quase o dobro dessas cargas sendo apreendidas”.

“O tamanho das últimas duas apreensões é sem precedentes e, sem dúvidas, provará um grande revés para os traficantes em questão”, diz Richard Thomas, membro da rede TRAFFIC. “As quantidades de pangolins envolvidas apontam abastecimentos, tratamentos e distribuições em escalas industriais”.

“A Organização Mundial da Saúde recentemente endossou à medicina tradicional, e a indústria aparentemente está interessada nesse mercado”, constata Neil D’Cruze, assessor global da vida selvagem na World Animal Protection. “Esse é um movimento alarmante para algumas espécies da fauna selvagem, como os pangolins, e representa uma ameaça à conservação e tratamento desses animais”. Além disso, os pangolins são vistos como uma caça lucrativa em comunidades rurais. Caçadores ilegais arranjam um ano inteiro de salário só de vender um pangolim. “Alimentar essa ‘demanda insaciável’ é financiar os traficantes intermediários que caçam estes animais”, afirma D’Cruze.

Paul Thomson, representante do Pangolin Specialist Group, diz que a caça furtiva de pangolins aumentou, mas estatísticas são difíceis de comprovar. “A venda ilegal de pangolins e seus derivados já acontece há décadas, mas o crescimento dessa venda é parcialmente relacionado à consciência que as pessoas adquiriram sobre esses mamíferos”.

Em fevereiro, agentes oficiais da Malásia interceptaram 27 toneladas de pangolins e seus derivados – isso inclui 361Kg destes mamíferos, só que congelados.  Ainda no começo de fevereiro, foram apreendidas 8 toneladas de escamas de pangolins e chifres de marfim em Hong Kong em uma carga que também saía da Nigéria rumo ao Vietnã.

 


Você viu?

Em busca de companhias,

Fonte: g1.globo.com Uma das

Pixabay Aproximadamente 50 ativistas

Grupo de guardas ambientais

Foto: Reprodução Youtube /

Reprodução/Instagram/@osindefesos Três cachorros tiveram

The Dodo Onyx e

Foto: Reprodução/GRAD A destruição

Foto: Pixabay A tradição

Notícias | Você é o repórter | Histórias felizes | De olho no planeta


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

__CONFIG_colors_palette__{"active_palette":0,"config":{"colors":{"cf6ff":{"name":"Main Color","parent":-1},"73c8d":{"name":"Dark Accent","parent":"cf6ff"}},"gradients":[]},"palettes":[{"name":"Default","value":{"colors":{"cf6ff":{"val":"rgb(243, 243, 243)","hsl":{"h":0,"s":0.01,"l":0.95}},"73c8d":{"val":"rgb(217, 216, 216)","hsl_parent_dependency":{"h":1,"l":0.85,"s":-0.05}}},"gradients":[]}}]}__CONFIG_colors_palette__
OK
>