Australiana dedica a vida a resgatar e salvar a vida de morcegos órfãos


Uma autoproclamada “senhora dos morcegos” gasta até mil dólares por semana para manter vivos os morcegos órfãos que resgata. A maioria deles atingidos pelo recente evento de calor no extremo norte de Queensland, Austrália.

A mulher que vive em Kuranda, Rebecca Koller, começou a cuidar das raposas voadoras no final do ano passado, quando um terço das espécies do mamífero teriam morrido durante as altas temperaturas que quebraram recordes no país.

Ela inicialmente se viu cuidando de cerca de 450 morcegos, disse Rebecca à ABC News, mas o número de animais em necessidade tem crescido desde então, aumentando significativamente para mais de 600 esta semana.

Koller disse que quase 23 mil morcegos morreram no ano passado, mas que a onda de calor foi apenas um fator na morte de tantas vítimas.

“Nós tivemos também um evento de fome; eles não tinham comida suficiente, então tivemos todos esses filhotes que nasceram desnutridos”, disse Koller.

Ela disse que a falta de comida significava que os morcegos estavam se alimentando de tudo que conseguiam, incluindo o tabaco selvagem, o que estava causando deformidades nos morcegos que nasciam.

Ms Koller disse que a situação foi agravada pela temporada do carrapato, o que contribuiu para que um terço da população de morcegos acabasse sendo eliminada.

A cuidadora da vida selvagem conta que reabilitar os animais não é apenas trabalho duro, mas também um exercício de custos elevados devido ao grande número de filhotes órfãos aos seus cuidados.

“Está custando bem mais de mil dólares por semana apenas em frutas, e estou passando de cerca de 10 caixas por noite (para consumo dos animais)”, disse ela.

Os morcegos exigem que a comida deles seja picada e cortada em cubos e, quando você multiplica isso pelo número de animais no abrigo, a operação se torna uma tarefa que exige muito”, disse ela.

Koller disse que a limpeza dos recintos onde ficam os animais pode ser cansativa, já que ela precisa esfregar as bandejas de comida todas as manhãs.

Ela acrescentou que os morcegos são muitas vezes criaturas incompreendidas, mas eles são animais adoráveis, que tem necessidade de cuidados humanos.

Koller afirma que os morcegos desempenham um papel significativo no ecossistema e sem eles as florestas tropicais deixariam de existir.

“A população desses animais agora é metade do que era quando comecei a trabalhar com eles, você ouve falar de uma espécie que pode se tornar extinta durante seu período de vida, mas realmente ver isso acontecer é definitivamente assustador”, disse ela.

Apesar de ser um trabalho fisicamente e emocionalmente desgastante, Koller disse que não faria isso de outra maneira – especialmente quando ela vê os morcegos retornarem à natureza.

“No momento em que você tem a oportunidade de assistir eles voarem livres e começarem a pular em torno das árvores e interagir com uma colônia selvagem … isso faz com que cada segundo valha a pena”, disse ela.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

DESMATAMENTO

BARBÁRIE

PRESSÃO INTERNACIONAL

INVOLUÇÃO

UNIÃO

PREVENÇÃO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>