Disney lança guia de restaurantes interno para visitantes veganos



O Disney’s Magic Kingdom, na Flórida (EUA), lançou um novo guia para visitantes, especialmente para aqueles que estão em busca de comida vegana.

O novo Guia de Culinária Baseado em Vegetais da Disney lista todas as opções veganas e vegetarianas em restaurantes pelo parque em um único panfleto prático e objetivo, de acordo com a WDWNT.

O guia é categorizado por área, ou seja, Fantasyland ou Adventureland e, em seguida, lista cada restaurante vegano e “veggie-friendly” nessa região do parque; até diz exatamente qual prato está em oferta.

Para os visitantes que sentirem vontade de comer um cachorro-quente e estiverem na Main Street USA, o guia os aconselha a ir ao Casey’s Corner para um cachorro-quente à base de vegetais com recheios sazonais.

Ja para os que estiverem na Tomorrowland, o Starlight Cafe do Cosmic Ray oferece um Sloppy Joe baseado em vegetais, e o Village Haus in Fantasyland, de Pinnochio, serve o Stromboli com queijo vegano e pão pita.

Disney mais vegana

Nos EUA, os parques e resorts da Disney estão se tornando “mais amigos” dos veganos.

No Walt Disney World Resort, na Flórida, os freqüentadores dos parques temáticos do local podem pedir uma “frigideira” totalmente vegana (nome dado ao prato) no Whispering Canyon Cafe. Já a Disneyland California tem uma cervejaria artesanal vegana e serve ovos veganos da marca JUST.

O Disneyland Park em Anaheim recentemente foi laureado o título de parque temático mais amigável aos veganos nos EUA pela PETA (People for the Ethical Treatment of Animals).

“No início, a comida dos parque temáticos significavam hambúrgueres, cachorros quentes e espetinhos de pernas de peru. Os tempos mudaram e os menus também ”, disse a PETA em um comunicado à imprensa. “A Disneylândia agora tem tantas opções veganas de carne, ovos e produtos lácteos que a PETA os classificou de “Parque de Diversão Mais Amigável para os Veganos”.

De acordo com o chefe executivo do Disneyland Resort, John State, o aumento das opções a base de vegetas do parque está ligado a maior demanda causada por clientes comendo alimentos veganos. “Nossos convidados têm sido muito enfáticos em seu desejo de manter seus estilos de vida saudáveis enquanto estão de férias”, disse State à Sentinel & Enterprise.

“Nos últimos dois anos, temos trabalhado para mudar a mentalidade de nossos chefs em relação ao desenvolvimento dos menus, por exemplo, encontrar uma opção baseada em vegetais em substituição à banha de porco”, continuou ele.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

DESCARTE IRRESPONSÁVEL

BOA AÇÃO

CHINA

HEROÍNA

FINAL FELIZ

PAUTA EMERGENCIAL

SOLIDARIEDADE

GESTO DE AMOR


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>