Cão encontrado à deriva em alto mar é salvo por funcionários de plataforma de petróleo



Chapéu: Resgate

Título: Cão encontrado à deriva em alto mar é salvo por funcionários de plataforma de petróleo

Olho:  Boonrod estava a 200 km da costa da Tailândia quando foi avistado se debatendo pelos trabalhadores que acreditam que ele tenha caído de algum barco

Um cão exausto e trêmulo foi resgatado por trabalhadores de uma plataforma petrolífera depois de ter ficado preso no mar a cerca de impressionantes 240 milhas (aproximadamente 200 km) da costa da Tailândia.

O cão sem raça definida, de pelagem marrom, foi visto se debatendo perto de uma das plataformas de perfuração situadas no Golfo da Tailândia e conseguiu nadar em direção aos trabalhadores num último esforço, quando eles o chamaram e incentivaram, na última sexta-feira à tarde. Quando subiu na plataforma, finalmente a salvo, o cão estava em choque e tremia incontrolavelmente, contam seus resgatantes.

Na segunda-feira, o cão, batizado de Boonrod, que na tradução quer dizer “sobrevivente”, finalmente desembarcou de volta em terra no continente e foi recebido pela Watchdog Tailândia, um grupo formado de voluntários que atuam em defesa dos direitos animais e veterinários.

A ONG postou fotos do cão resgatado em sua página no Facebook, chamando-o de “bela vida resgatada do Golfo da Tailândia” e “inspiração para 2019”.

Não se sabe como Boonrod acabou na água, embora tenha sido sugerido que ele possa ter caído de um barco.

As condições foram declaradas calmas durante o resgate, tornando mais fácil para a equipe, composta de quatro membros, identificar e alcançar o cão, puxando-o para a plataforma com um arnês.

Assim que pisou em terra firme, ficou claro que Boonrod estava precisando de água, comida e sono, e o cãozinho foi cuidado pela equipe na plataforma até que eles pudessem colocá-lo em um navio-tanque que estava voltando para a costa.

O cão foi levado imediatamente a um centro de resgate de animais em Songkhla, sul da Tailândia, e já tem um candidato que ofereceu a Boonrod um lar definitivo e adoção.

De acordo com o Bangkok Post, Vitisak Payalaw, membro da equipe de perfuração de petróleo e exploração da Chevron Tailândia, disse que levaria Boonrod para casa se ninguém se apresentasse como seu tutor.

Agradecendo a todos os envolvidos no resgate em sua página no Facebook, ele acrescentou: “Sua condição geral melhorou. Ele está ficando mais forte e já até sorri”, Payalaw.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

COMPANHIA

VIOLÊNCIA INJUSTIFICADA

ASSASSINATO BRUTAL

EXEMPLO

AGROPECUÁRIA

POVOS ORIGINÁRIOS

FINAL FELIZ

DOR E SOFRIMENTO

DESUMANIDADE


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>