Candidata vegana vence oponente pró-agropecuária em disputa por uma vaga no parlamento


Foto: Emma Hurst
Foto: Emma Hurst

Emma Hurst prometeu que não será mais “um político cheio de promessas vazias”, dizendo que planeja fazer “o que for preciso” para realizar mudanças em favor dos animais.

A candidata do partido Animal Justice Party (Partido pela Justiça Animal, na tradução livre), derrotou o liberal-democrata David Leyonhjelm na disputa por uma segunda cadeira no parlamento de New South Wales (NSW) pelo seu partido – juntando-se ao colega político AJP, Mark Pearson.

Leyonhjelm estava tão confiante que iria vencer, que publicou um post em um blog intitulado “Um manifesto para um crossbencher (membro independente ou de um partido menor do parlamento)” muito antes de os resultados serem anunciados, em que ele escreveu: “com base na contagem até agora, é evidente que eu já fui eleito”.

Mudança para os animais

Hurst disse anteriormente ao Plant Based News que estava concorrendo ao parlamento porque se sentia “enojada com a forma como o atual governo permitia que grandes corporações fossem cruéis com animais simplesmente por lucro”.

“Mudando as políticas e a lei, e bloqueando outras leis que causariam danos aos animais, tenho certeza de que podemos construir um país que seja gentil e respeitoso com todas as espécies”, acrescentou.

Foto: Ciao/Reprodução
Foto: Ciao/Reprodução

“Minha promessa aos animais é esta: vocês tem tudo de mim. A leoa no circo – eu vejo você. O porco no matadouro – eu vejo você. O rato no laboratório de testes – eu vejo você. O peixe esmagado no fundo de uma rede de arrasto – eu te vejo. Eu conheço seu sofrimento, e eu nunca vou ficar em silêncio. Eu vou seguir em frente não importa o que a vida jogue no meu caminho, porque as crueldades infligidas a vocês devem acabar, e eu farei tudo o que posso para ver isso acontecer. Vocês tem tudo de mim”.

Fazendo a diferença

Depois que sua vitória foi anunciada, Emma Hurst publicou uma declaração no Facebook, dizendo: “Você acreditou que o Animal Justice Party poderia fazer a diferença no parlamento. Você acreditou que juntos poderíamos mudar o mundo. Você acreditou, e por causa de sua confiança, nós ganhamos! Hoje escrevo para contar a maravilhosa notícia de que os animais têm outra voz no Parlamento em NSW”.

“Nós mostramos mais uma vez que quando todos nos reunimos, nosso movimento é mais poderoso do que qualquer coisa, que os “Atiradores” e os “Pescadores” ou o “Partido Nacional” podem nos atacar que não fará diferença. Dezenas de milhares de pessoas votaram no Animal Justice Party porque viram o que nós vimos: que é hora de mudar. E nós faremos a diferença”.

“Mas isso é apenas o começo. Agora o verdadeiro trabalho começa. Eu não serei um político cheio de promessas vazias – eu pretendo fazer o que for preciso para realizar as mudanças para os animais, porque ainda existem milhões de galinhas em gaiolas, existem coalas tendo seus lares demolidos, e há animais levando tiros vindos do céu (alvejamento aéreo). Por eles, devemos agarrar esta oportunidade”.

Foto: Emma Hurst/Facebook
Foto: Emma Hurst/Facebook

“Agora temos a chance de conseguir outro membro no parlamento nas eleições federais. Eu nunca estive mais confiante de que conseguiremos. Vamos ser implacáveis, audaciosos e tenazes. Vamos exigir mudanças. Vamos nos levantar sem medo e entrar com tudo neste novo momento”.

Excitante

“Conheço Emma há muitos anos, ela atuou em diversas funções em organizações de defesa animal, incluindo a Animal Liberation e a PETA”, disse Katrina Fox, fundadora da Vegan Business Media, ao PBN.

“Ela é inteligente, apaixonada e articulada e sua mudança para a política é uma vitória para os animais. A Lei de Prevenção à Crueldade com Animais é administrada em nível estadual, para que Emma tenha a oportunidade de fornecer uma voz muito necessária aos animais em New South Wales em questões como o desmatamento, a agricultura e os códigos e padrões da indústria de produção e de abate”.

“Ela também tem interesse em proibir gaiolas industriais para galinhas, acabar com corridas de galgos e parar a destruição dos habitats dos coalas.

“O governo da Coalizão precisará do apoio de cinco parlamentares para conseguir aprovar a legislação, caso o partido do trabalho (Labor) se opuser. Emma e o membro do AJP Mark Pearson serão dois desses articuladores, o que significa que qualquer legislação prejudicial aos animais não terá um passe fácil”.

“Emma prometeu não ser uma política cheia de ‘promessas vazias’ e eu acredito nela. Ela está comprometida em criar uma mudança real para os animais. É emocionante ter uma terceira voz para todos os animais na política australiana e espero que mais membros do Animal Justice Party sejam eleitos em nossa próxima eleição federal em 18 de maio”, conclui Katrina


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

HOLOCAUSTO

INSPIRAÇÃO

CONSCIENTIZAÇÃO

CONSCIENTIZAÇÃO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>