Cão salvo de incêndio é agredido e fica em estado grave em Manaus (AM)


Um dos animais resgatados em dezembro do ano passado de um incêndio no bairro Educandos, em Manaus (AM), foi agredido com uma tábua na cabeça no último domingo (31) no Parque São Pedro, localizado no bairro Tarumã. A agressão ocorreu após o animal fugir de casa. A tutora responsabiliza um vizinho pelo ato.

Foto: Reprodução/ACrítica

Spike foi adotado por Manilze Ferreira de Souza, de 44 anos, após o incêndio. “O cachorro nasceu na comunidade atingida pelo fogo. Após o ocorrido, trouxe o filhote para casa. Ontem, minha filha acabou saindo de casa para comprar algo e acabou deixando o portão aberto. Ele acabou fugindo e indo para a calçada desse vizinho. O Spike estava só cheirando o chão, mas o vizinho pegou uma tábua e meteu na cabeça dele”, relatou a tutora.

Moradores da região que presenciaram os maus-tratos chamaram a polícia. “A polícia fez o vizinho levar o cachorro para o veterinário, mas o animal ficou com um coágulo na cabeça e não está reagindo aos medicamentos. O quadro dele é grave”, lamenta Manilze. As informações são do portal A Crítica.

A tutora conta que o agressor já havia ameaçado matar o cachorro. “Teve uma ocasião que o cachorro estava brincando na rua com a minha filha e neta. O neto desse vizinho ficou assustado com o Spike e ele foi bater na minha casa, dizendo que se aquilo voltasse a acontecer, mataria o animal. Mas ontem, o Spike só estava farejando na frente da casa dele, como todo cachorro faz quando foge. Ao encontrar o animal, ele deu a paulada. O Spike é brincalhão, vive lambendo os outros”, comenta.

O caso foi registrado no 20º Distrito Integrado de Polícia (DIP). A tutora pede que a Justiça seja feita e que o agressor seja punido pelo crime que cometeu.

“Ele já faz parte da nossa família. Minha neta, que é autista, ama este cachorro e começou a desenvolver atividades ao lado dele. Denunciamos este caso, porque não queremos que fique impune. Se este meu vizinho faz isso com um filhote, que é totalmente indefeso, imagina o que ele faz com nós, seres humanos”, conclui.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

SOB INVESTIGAÇÃO

AGRESSÃO BRUTAL

INSTINTO

VIDA NA RUA

RESPEITO E AFETO

FINAL FELIZ

TRISTEZA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>