Moda cruel

PETA se torna acionista da Levi’s para pedir o fim de etiquetas de couro

ONG diz que comprou a quantidade mínima de ações necessárias para falar em assembleias anuais de e apresentar resoluções

Hanna Cossey
Foto: Hanna Cossey

O mercado da moda trouxe ao longo dos anos roupas, sapatos e acessórios carregados de medo, dor e sofrimento animal. Peles e pelos são arrancados de criaturas indefesas para satisfazer o prazer fútil de vesti-los.

Tentando conscientizar e acabar com essa sombria cultura da moda, a PETA comprou uma pequena participação na Levi’s, para tentar convencê-la a deixar de usar couro animal em suas etiquetas.

As negociações públicas começaram última quinta-feira (21) e a PETA contou que comprou a quantidade mínima de ações necessárias para falar em assembleias anuais de acionistas.

FAÇA PARTE DO #DiaDeDoarAgora EM 5 DE MAIO

Vacas são espancadas, abatidas e esfoladas – tudo isso para que a Levi’s possa colocar uma pequena etiqueta completamente não-funcional em alguns de seus jeans”, escreveu a PETA .

“A empresa afirma priorizar a sustentabilidade, mas sabemos que o uso da pele de vacas tem pelo menos três vezes o impacto ambiental negativo que a maioria dos couros veganos faz”.

Como em 2017, quando a PETA conseguiu chegar a um acordo com a linha de roupas Hart N Dagger, de Jon Bon Jovi, para dispensar o patch de couro, a organização está esperançosa para chegar a um acordo semelhante com a Levi’s.

A marca parece não entender que usando um pedaço pequeno ou grande de couro, um animal sobre por isso. Com tantas opções éticas no mercado, está na hora de acabar com essa crueldade causada pela moda.

“Menos de 10% das matérias-primas em nossa cadeia de suprimentos são provenientes de fontes diferentes do algodão, e uma pequena fração dessa porcentagem é de couro”, disse um porta-voz da Levi ao Sourcing Journal .

Uma petição foi feita pedindo a Levi’s para se livrar do couro. De acordo com a marca, mais de 200 mil pessoas já assinaram.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui