Dolphinaris Arizona liberta golfinhos e decide investir em entretenimento sem animais

Kai foi o quarto golfinho a morrer desde a inauguração do parque aquático em 2016 (Foto: Dolphinaris Arizona/Divulgação)
Kai foi o quarto golfinho a morrer desde a inauguração do parque aquático em 2016 (Foto: Dolphinaris Arizona/Divulgação)

Ontem, o parque aquático Dolphinaris Arizona, em Scottsdale (AZ), nos Estados Unidos, informou por meio de um comunicado assinado pelo diretor de marketing da OdySea, Ran Kniskinsky, que agora vão investir em entretenimento sem animais. A decisão veio depois que o golfinho Kai faleceu em fevereiro e o Dolphinaris decidiu fechar temporariamente suas portas.

Kai foi o quarto golfinho a morrer desde a inauguração do parque aquático em 2016. Nesse período, quatro golfinhos ainda viviam no Dolphinaris, mas foram enviados recentemente para um santuário de animais marinhos nas Ilhas Virgens.

Segundo Kniskinsky, os animais “estão indo bem e se familiarizando com o seu novo lar no oceano”. Atualmente o Dolphinaris Arizona está discutindo um novo formato de entretenimento sem animais, segundo informações da ABC Arizona.

FAÇA PARTE DO #DiaDeDoarAgora EM 5 DE MAIO

“A Ventura Entertainment [proprietária do Dolphinaris] reuniu uma equipe de mentes criativas para desenvolver uma atração completamente nova e atraente, mas não envolverá animais de qualquer espécie”, garante o diretor de marketing.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui