Empresa aérea de carga cria parceria com ONG para combater o tráfico de animais selvagens


Foto: Livekindly/Reprodução
Foto: Livekindly/Reprodução

Assim como outras companhia aéreas pelo mundo, a Turkish Cargo, uma subsidiária da Turkish Airlines, aderiu ao combate aos traficantes de animais selvagens.

Após uma petição assinada por mais de 188 mil pessoas, a transportadora de carga aérea fechou uma parceria com a World Animal Protection, uma ONG internacional que atua pelo bem-estar animal. O grupo tem o objetivo de ver um mundo em que “o bem-estar animal importe de verdade e a crueldade contra os animais tenha acabado”.

Os dois grupos estão trabalhando juntos para encontrar soluções que impeçam papagaios cinzentos africanos de serem contrabandeados em aviões de carga turcos. A colaboração é “um grande passo para acabar com este comércio cruel”, escreveu World Animal Protection em um comunicado.

As aves, que são altamente inteligentes e sociáveis, são acondicionadas em pequenos recipientes sujos para serem embarcadas. Elas têm as penas das asas cortadas para evitar que escapem. Os papagaios capturados pelo tráfico da vida selvagem têm uma taxa de mortalidade de 66% antes mesmo de chegarem aos aviões de transporte.

Foto: Livekindly/Reprodução
Foto: Livekindly/Reprodução

A companhia aérea já havia emitido uma proibição global do transporte de papagaios cinzentos africanos como parte de sua “Animais selvagens, não são animais de estimação ”, mas a agora com a colaboração da World Animal Protection vai permitir que ainda mais ações sejam tomadas.

A Turkish Cargo vai colaborar na interceptação do contrabando das aves “em terra” na República Democrática do Congo (RDC), de onde a maioria dos papagaios cinzentos africanos são transportados.

“Estamos satisfeitos que a companhia aérea esteja aberta a trabalhar em conjunto para implementar mudanças de longo alcance para defender os papagaios-cinzentos da crueldade”, escreveu a ONG. “Esperamos que esta colaboração conjunta ajude a proteger outros animais selvagens capturados no tráfico de animais exóticos também”.

*Compromisso com o bem-estar animal*

Este não é o primeiro esforço da Turkish Cargo em prol dos animais e contra o tráfico de vida selvagem. A empresa se recusa a transportar troféus de animais selvagem ou barbatanas de tubarão e procura manter sempre a “maior consideração pelos direitos animais”, de acordo com a companhia.

Este mês, a Turkish Cargo levou três leões de circo de volta ao seu habitat natural. As três irmãs leoas – chamadas Luca, Charlie e Kai – viviam em uma jaula de concreto e aço de 35 metros quadrados na Ucrânia, sem tomar sol ou respirar ar puro.

Os animais foram salvos pela Organização Mundial Lawrence Anthony e transportados para um parque natural na África do Sul com o patrocínio da Turkish Cargo.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

DESESPERO

CONSOLO

CALIFÓRNIA

ANGÚSTIA

COMPANHIA

VIOLÊNCIA INJUSTIFICADA

ASSASSINATO BRUTAL

EXEMPLO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>