Tartaruga resgatada com corda dentro do corpo volta à natureza após tratamento


Uma tartaruga resgatada com uma corda de 1,70 metro dentro do corpo, em setembro de 2018, retornou à natureza nesta quarta-feira (27) após seis meses de tratamento no Centro de Reabilitação de Tartarugas Marinhas do Projeto Tamar. A soltura foi realizada em Ubatuba, no litoral do estado de São Paulo.

Foto: Divulgação/Projeto Tamar

Da espécie cabeçuda, a tartaruga é considerada rara e está ameaçada de extinção. Ela pesa quase 50 quilos e foi encontrada presa a uma rede de pesca com uma corda atravessada no sistema digestório. O objeto estava preso na boca do animal e saía pelo ânus. As informações são do portal G1.

Os veterinários do projeto removeram, no primeiro atendimento, a corda que estava na boca da tartaruga. Após 20 dias de tratamento, ela expeliu o restante. Apesar da gravidade do caso, o animal teve boa recuperação e logo voltou a se alimentar naturalmente.

Atualmente, o Centro de Reabilitação do Tamar em Ubatuba atende sete tartarugas. Desde 1990, o projeto devolveu 12,6 mil tartarugas ao mar, após reabilitação. Elas foram resgatadas doentes, feridas ou debilitadas.

Ocorrências que envolvem tartarugas juvenis, especialmente as da espécie tartaruga-verde, que se alimentam em Ubatuba, são as mais comuns na região.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

AVANÇO

COMPORTAMENTO

'SAVE RALPH'

ÍNDIA

REVOLTA

AÇÃO SOCIAL

MÉXICO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>