Snowboarder vegana participa de turnê mundial


Foto: Plant Based News

Atletas veganos estão mostrando que não é preciso ingerir proteína animal para ter saúde, força e disposição.

A vegana Niki Kelly chegou a competições internacionais de snowboard, como a Freeride World Tour – que aconteceu em montanhas da Áustria, Japão, Canadá nativo de Kelly e Andorra.

“Todo lugar que eu visitei era muito diferente”, disse Kelly à Great Vegan Athletes .
“O Japão foi o mais diferente em relação ao que eu normalmente treino no Kicking Horse Mountain Resort em Golden BC Canada.”

“A neve no Japão era bastante densa, o que exigia ajustar sua técnica para direcionar energia. Eu simplesmente adorei. As outras paradas da turnê também foram incríveis e exatamente o estilo das montanhas que eu gosto de andar.”

Combustível vegano

“A maioria das dificuldades foi por estar na turnê com uma agenda apertada”, disse ela.

“Normalmente eu sou ótima em ter lanches e comida embalados ou facilmente posso ir a um supermercado e encontrar o que preciso. Descobrir a logística para fazer isso foi a parte mais difícil.”

“Eu achei o Japão um dos lugares mais fáceis, embora houvesse a maior barreira de idioma. Uma vez que você conseguisse explicar que era vegano, eles estavam dispostos a se ajustar.”

Representatividade

Além de Niki, outros atletas veganos estão fazendo história no esporte mundial.

Recentemente, o modelo vegano Michele Graglia foi reconhecido como o novo detentor do recorde mundial do Guinness pela mais rápida travessia do deserto do Atacama, no Chile.

A tenista Serena também adotou o veganismo e desde então sua performance e saúde melhoraram claramente.

No mês passado, o jogador vegano profissional de snooker Neil Robertson conquistou o 15º título da carreira em provas de ranking, ao vencer o inglês Stuart Bingham na final do Open de Gales.

Lewis Hamilton é outro campeão que comprova e defende que o veganismo faz bem à saúde, além de tantos outros benefícios.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

SAÚDE

GOIÁS

NOVA JORNADA

HONG KONG

AFETO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>