Índia impõe proibições para desfiles de elefantes em rituais


Foto: Pixabay

A ordem emitida pelo chefe dos guardas da fauna silvestre, que proíbe desfilar de elefantes das 10h às 16h, em razão do calor excessivo do verão, não agradou as administrações do templo de Kerala e os organizadores do festival no estado.

De acordo com o pedido, os comitês de monitoria distritais devem garantir que nenhum elefante seja exibido sob o céu aberto ou transportado em veículos abertos durante o período acima mencionado.

“A temporada de festivais está em pleno andamento e a maioria deles é realizada durante o dia. Como os elefantes não serão capazes de aguentar o calor do verão, ele se tornará violento e enlouquecerá”,disse o secretário da Força-Tarefa do Patrimônio Animal, VK Venkitachalam.

Na procissão de Aratu no templo Sabarimala em 21 de março, um elefante levará o ídolo Sreebali de Lorde Ayyappa para Pampa de manhã e voltará à tarde. Os ativistas já se aproximaram do Coletor do Distrito de Pathanamthitta, exigindo que parem de usar o elefante para o ritual.

“É impossível evitar rituais. A reunião do conselho na quinta-feira discutirá a questão e nos aproximaremos do Departamento Florestal buscando relaxamento”, disse KP Sankar Das, membro do Conselho de Travancore Devaswom, à Express.

“Como o templo Sabarimala está localizado na floresta, pode haver relaxamento na ordem. Não temos objeções em desfilar o elefante se eles fornecerem um abrigo. Vamos discutir a questão e encontrar uma solução”, disse o Conservador de Florestas, MS Jayaraman.

Em grandes festivais em Kerala como Thirunakkara Pakal Pooram, em Kottayam, Kollam Pooram e Thrissur Pooram, cerca de 50 elefantes são exibidos anualmente.

Estressados e forçados a se apresentarem para multidões, seis elefantes mataram cinco mahouts e dois idosos durante os festivais deste ano. Em Kerala, três elefantes morreram em festivais durante os dois primeiros meses de 2019. As informações são do New Indian Express.

“Já é hora de a ordem ser implementada para salvar a vida de elefantes, devotos e público em geral em locais festivos“, disse ele.

“Isso ajudará a evitar incidentes de elefantes durante os festivais”, disse o secretário-geral da federação, P Sasikumar.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

ÓRFÃO

TRATAMENTO

PROTEÇÃO ANIMAL

CRUELDADE

GRATIDÃO

ESPECIAL

ALEGRIA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>