Homem confessa ter atirado em cão porque animal correu atrás de moto


O homem que foi flagrado por câmeras de segurança ao atirar contra um cachorro em Medicilândia, município do sudoeste do Pará, confessou o crime.

Foto: Polícia Civil / PA

O cão foi baleado nas proximidades de uma agência bancária. Gravemente ferido, ele foi resgatado, mas devido ao quadro de saúde apresentado, teve que ser sacrificado em uma clínica veterinária. As informações são do portal G1.

O agressor, Alexandre de Sousa Wagner, foi preso na quinta-feira (7). Ele confessou à Polícia Civil ter baleado o cachorro. Em depoimento, Alexandre disse que atirou porque o animal correu atrás de uma moto que era dirigida por ele.

De acordo com o delegado Lucas Luz, responsável pelo caso, após ser feita a identificação do responsável pelo crime, policiais continuaram em ronda pela cidade até que a prisão fosse efetuada.

Alexandre irá responder por crime de porte ilegal de arma de fogo e por maus-tratos a animais, que resultou em morte. A arma a usada para balear o cachorro foi apreendida pela polícia.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

ASSASSINATO BRUTAL

EXEMPLO

AGROPECUÁRIA

POVOS ORIGINÁRIOS

FINAL FELIZ

DOR E SOFRIMENTO

DESUMANIDADE

AGRESSÃO BRUTAL


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>