Leites vegetais são cada vez mais populares na Irlanda


Foto:

A procura por leites vegetais e opções livres de crueldade animal cresceram acentuadamente na Irlanda, segundo uma pesquisa realizada pela empresa Kantar Worldpanel. Dados apontam que apenas em janeiro deste ano foi registrado um aumento de 40% na venda de alternativas à base de vegetais em comparação com o mesmo período de 2018. Entre as opções mais procuradas estão os leites de amêndoa, soja e aveia.

“Depois das festas de fim de ano, muitos irlandeses iniciaram o ano com boas intenções. Até a venda de frutas e legumes subiram em 7 milhões de euros apenas em janeiro”, afirma Douglas Faughnan, diretor da Kantar, em entrevista ao Vegconomist. “Acompanhamentos vegetais, salsichas e hambúrgueres vegetarianos também tiveram sua busca aumentada em 35% em meio a popularidade da campanha Veganuary“, completou.

O sucesso de adesões a estilos de vida livres de crueldade animal provocaram reações da indústria de laticínios. Em resposta ao aumento das vendas de opções vegetais, a Associação de Fornecedores de Leite Irlandês da Irlanda se posicionou afirmando que o consumo de leite animal não está ameaçado por estar enraizado na cultura do país.

Tradicional ou não, é certo que cada vez mais a população mundial está atenta às suas escolhas alimentares. Grandes jornais como The Guardian e The Economist afirmam que o veganismo superou o status de moda e veio e para ficar, sendo considerado uma grande tendência em 2019.

Dados apontam que  mercado alternativo de alternativas à produção de leite valha US $ 29,6 bilhões até 2023.

Orgulho de ser vegano

Uma linda e calorosa iniciativa está plantando a semente do veganismo na Irlanda. O projeto Vegan in Ireland (Vegano na Irlanda, em tradução literal), liderado pelo casal Sivan e Scott Renwick, promove atividades, turnês, viagens e jantares para mostrar que um estilo de vida livre de crueldade contra animais pode ser incrível, saudável e diversificado.

O projeto também acolhe turistas veganos e mostra que o futuro de tradições pautadas em exploração animal é a extinção.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

PRESERVAÇÃO

VAQUINHA ON-LINE

FINAL FELIZ

LEALDADE

COMPROMISSO

ESPECIAL

MAUS-TRATOS


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>