Uma tartaruga foi encontrada morta pela equipe da Operação Praia Limpa em Ilhabela, no litoral de São Paulo. No local havia também outra tartaruga, viva, porém debilitada.

(Foto: Operação Praia Limpa/ Divulgação)

A tartaruga que estava morta pertence à espécie “gigante”. Maior espécie de tartaruga marinha, ela utiliza a costa brasileira para se alimentar e reproduzir e vive em média de 200 a 300 anos. A tartaruga encontrada viva é da espécie “verde”.

As duas tartarugas foram levadas até a praia do Engenho D’Água e, em seguida, ao Instituto Argonauta. A entidade não informou o estado de saúde do animal resgatado com vida. As informações são do portal Nova Imprensa.

“A tartaruga gigante esta criticamente ameaçada de extinção devido à intensa coleta de seus ovos e a captura acidental, que acontece por conta de redes fantasmas, que são redes de pescas abandonadas ou perdidas no mar”, explica a bióloga marinha Roberta Gomes, que acompanha o projeto que tira lixo das praias.

(Foto: Operação Praia Limpa/ Divulgação)

A bióloga faz também um alerta sobre os problemas do período de chuvas e a responsabilidade da sociedade. “O projeto está em ação para retirar o máximo de lixo marinho possível do mar, porém cada indivíduo deve fazer a sua parte, levando em conta que a maioria do lixo encontrado no mar é lixo doméstico. Nesse período de chuva constante que estamos enfrentando no Litoral Norte, todo lixo que está nas ruas é levado pela força da água para córregos e param no mar, por isso pequenas ações podem colaborar com o nosso ambiente e ajudar na preservação dos animais”, ressalta.

A Operação Praia Limpa encontrou nas praias vasos sanitários, pneus, ventilador, lâmpada, cabos e fios, materiais de pesca, plástico, garrafas de vidro, garrafa térmica, latas, ferro, isopor, tampinhas de plástico e ferro, madeira e lixo orgânico. Ao todo, foram retirados 170 kg de lixo do mar.

Além do material retirado da praia, a equipe abordou embarcações para distribuir folders educacionais e sacolas retornáveis ecológicas. Também fez mergulho para retirada de resíduos submarinos e limpeza de costeiras e píers.

O projeto conta com o apoio da Prefeitura de Ihabela, através da Secretaria de Meio Ambiente, e das empresas Chevrolet Veibras, Macboot, Radio Ilhabela FM, ABLM e Instituto Supereco.

(Foto: Operação Praia Limpa/ Divulgação)