Vereador quer proibir zoos e aquários em SP


Foto: Pixabay

Um projeto de lei do vereador Reginaldo Tripoli (PV) pode paulatinamente dar voz aos anseios dos ativistas em defesa dos direitos animais de São Paulo. O PL prevê a proibição da abertura de novos zoológicos e aquários na cidade e também propõe reduzir o recebimento de novos animais a fim de eliminar o aprisionamento de animais para entretenimento humano de forma progressiva.

Tripoli afirma que reconhece a importância dos zoos de SP como centro de tratamento de animais resgatados e abrigo para animais que devido a maus-tratos ou acidentes ficam impossibilidades de serem devolvidos ao seu habitat, mas defende que há tecnologia suficiente para um novo modelo educativo e de entretenimento que não envolva o sofrimento e exploração de animais.

O vereador propõe também que enquanto ainda existir animais nos zoos, que as visitas sejam supervisionadas por monitores, para minimizar o estresse dos animais. “Os locais deverão adotar providências no sentido de colocar avisos alertando aos frequentadores de que os animais são seres capazes de sentir e vivenciar emoções e que não devem ser expostos a ruídos excessivos e agressões de qualquer tipo”, diz trecho extraído do PL.

O projeto foi protocolado na Câmara Municipal e agora segue para a Comissão de Constituição e Justiça da Câmara antes de ir para o plenário. O texto será submetido a duas votações e caso aprovado, seguirá para veto ou sanção do prefeito Bruno Covas (PSDB).


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

ABUSO

ÓRFÃO

COREIA DO SUL

SOB INVESTIGAÇÃO

AGRESSÃO BRUTAL

INSTINTO

VIDA NA RUA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>