Clarins lança linha de produtos à base de plantas que não será vendida na China


Foto: Divulgação | Clarins

Seguindo a tendência ética e sem crueldade cada mais vez evidente no mercado mundial, a gigante francesa lançou uma nova linha de produtos com ingredientes sem origem animal e que não será vendida na China ou quaisquer territórios que exijam testes em animais.

Caroline Hirons, uma blogueira que fala sobre cuidados de pele, fez um vídeo explicando sobre o alcance, os ingredientes são baseados em plantas e sobre a venda da linha.

My Clarins

“A linha e projetada para cuidados com a pele de nível básico”, disse Hirons. “Aqui está o que eu particularmente adoro. É um mínimo de 88% de ingredientes vegetais. Eles não estão exagerando na palavra ‘natural’, eles estão dizendo que é baseado em vegetais”.

“É a primeira variedade ‘vegana’ da Clarins e isso mostra uma virada de onde estamos na indústria. Essa linha não será disponibilizada em nenhum território do mundo onde o governo exige testes em animais. Eles estão garantindo isso o que enorme para uma marca desse porte dizer”.

“A gama My Clarins é a nossa primeira linha de produtos para a pele vegana. Isto significa que todos os produtos são feitos com extratos nutritivos de frutas e fórmulas à base de vegetais. E temos orgulho de dizer que os nossos produtos de cuidados com a pele vegana fizeram não são testados em animais“.

“Não é vegano”

Embora muitos tenham elogiado a iniciativa da Clarins, outros dizem que a compra desses produtos ainda contribuirá diretamente para o sofrimento dos animais já que a marca comercializa diversos outros produtos na China sabendo que está causando sofrimento e morte de animais. As informações são do Plant Based News.

“Aplaudimos a Clarins por não permitir a venda de uma marca com rótulo vegano em um país que ainda precisa de testes em animais, mas essa é uma gota no oceano”, disse Claire Palmer, fundadora do Animal Justice Project.

“Não acreditamos que seja vegano por financiar diretamente os danos aos animais e, portanto, não defenderemos que os veganos comprem essa nova linha da Clarins”.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

TAILÂNDIA

ESTUPIDEZ HUMANA

POLUIÇÃO

AUSTRÁLIA

ÓRFÃO

MALDADE


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>