Cantora tinge os pelos de sua cadela e é acusada de tortura

19/02/2019


A vaidade do ser humano não tem limites que, para chamar a atenção ou ganhar dinheiro, é capaz de causar dor e sofrimentos a animais indefesos.

Gwenneisa lillard, de 28 anos, é uma cantora de hip-hop e R & B de Hosutan, Texas, que pinta completamente sua cadelinha “Hunny”, de cinco anos, com vários tons de rosa.

Lamentavelmente, o cachorro ganhou fama depois de ser apresentado nos videoclipes de sua tutora – em aparições estranhas, ganhando o nome de “cachorrinho Beyonce” pelos telespectadores.

Gwenneisa garante que o corante usado para colorir o pelo de Hunny é completamente vegano, mas continua sendo criticada por amantes de animais que a acusam de “tortura”.

“As pessoas adoram tirar fotos com ela, mas há algumas pessoas que a veem e acham que colori-la é prejudicial”, diz a cantora. As informações são do Daily Mail.

“Eles são apenas desinformados. Dizem que ela não pediu para ser colorida artificialmente e me perguntam por que eu mudo sua cor natural”.

“Ela também não pede para eu cuidar dela. Ela não me pede para alimentá-la, levá-la ao veterinário ou deixá-la sair para usar o banheiro. Mas eu sou a mãe e faço o que é certo para ela”.

“Eu faço meu cabelo toda semana e ela também. Ela é muito bem amada e cuidada. As pessoas que chamam isso de crueldade animal precisam ir atrás de pessoas que estão realmente abusando de seus cães e não de pessoas que gastam centenas de dólares por mês em manter seus cães com uma aparência incrível”.

“Se você quer que seu cão pareça bem básico ou intocado, isso é seu direito – mas Hunny é minha cachorra e ela é fabulosa como sua mãe”.

Segundo a cantora, não é ela quem tinge Hunny mas gasta de US$ 150 a US$ 175 para que profissionais o façam a cada dois meses.

Gwenneisa tem se preocupado com ativistas dos direitos dos animais, mas ela afirma que, como tutora de sua cadela, sabe o que é melhor para ela.

Ela disse: “As pessoas chamam a PETA e dizem coisas rudes frequentemente, mas são mal informadas. Eu acho que eles são idiotas. Há muitos cães neste mundo sendo abusados, espancados e forçados a lutar contra outros cães. Minha cadela é mimada em um salão para cães. Isso não é algo feito na minha cozinha”.

Gwenneisa disse que não poderia estar mais orgulhosa da cadela, que foi dada a ela como um presente de seu namorado e também é usada como “cão de apoio emocional”.

“Sou música e queria que ela se destacasse nos meus vídeos e fosse parte do que eu estava fazendo porque a levo em todos os lugares que vou”.

“As pessoas a amam porque ela é cheia de energia, muito brincalhona e doce”, finaliza a cantora.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

__CONFIG_colors_palette__{"active_palette":0,"config":{"colors":{"62516":{"name":"Main Accent","parent":-1}},"gradients":[]},"palettes":[{"name":"Default Palette","value":{"colors":{"62516":{"val":"rgb(255, 255, 255)"}},"gradients":[]}}]}__CONFIG_colors_palette__
DOE AGORA

COMPARTILHE:

Você viu?


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

__CONFIG_colors_palette__{"active_palette":0,"config":{"colors":{"cf6ff":{"name":"Main Color","parent":-1},"73c8d":{"name":"Dark Accent","parent":"cf6ff"}},"gradients":[]},"palettes":[{"name":"Default","value":{"colors":{"cf6ff":{"val":"rgb(243, 243, 243)","hsl":{"h":0,"s":0.01,"l":0.95}},"73c8d":{"val":"rgb(217, 216, 216)","hsl_parent_dependency":{"h":1,"l":0.85,"s":-0.05}}},"gradients":[]}}]}__CONFIG_colors_palette__
OK
Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support
>