Ativista publica carta aberta sobre crueldade dos passeios com elefantes

18/02/2019


Abbas Mvungi é um ativista tanzaniano e fundador da Friends & Protectors of Wildlife Organization (FP Wildlife), uma organização que utiliza a educação para sensibilizar crianças e adultos sobre a importância da conservação da vida selvagem. No site, denunciam os problemas da caça na Tanzânia, a qual já eliminou cerca de 60% dos elefantes do país.

(Foto: Reprodução / Grito Silenciado Blogspot)

Numa tentativa de sensibilizar os turistas, Mvungi publicou uma carta aberta sobre a crueldade dos passeios com elefantes. Atualmente, ele está angariando fundos para a realização de um documentário sobre a caça. Interessados em colaborar podem fazer uma doação clicando aqui.

Confira a carta na íntegra:

“Queridos turistas,

Os elefantes não vos querem nas suas costas. Eles querem estar na selva, derrubando árvores e brincando nos rios. Isto é o que não vos dizem quando vocês vão montar um elefante. Para fazê-los carregar turistas, o que é algo totalmente contra o seu instinto, os seus espíritos precisam de ser quebrados.

(Foto: Reprodução / Grito Silenciado Blogspot)

Para isso, os bebês elefantes são torturados por cerca de três dias seguidos, num processo chamado Phajaan ou Crush – porque, basicamente, a tortura esmagará o espírito dos animais. Eles são amarrados, espancados, golpeados com anzóis e deixados com fome até que os seus olhos fiquem sem brilho e sem vida e deixem de resistir. Agora, o elefante está treinado e pronto para se submeter à vontade dos seus tutores e transportar turistas.

Vocês ainda querem ir lá e pagar por esta atividade turística cruel? Espero que não. Por favor, não montem elefantes! E, por favor, façam com que os vossos amigos e familiares saibam para não apoiar esta prática cruel.

Por Abbas Mvungi”

Fonte: Grito Silenciado Blogspot

 


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

__CONFIG_colors_palette__{"active_palette":0,"config":{"colors":{"62516":{"name":"Main Accent","parent":-1}},"gradients":[]},"palettes":[{"name":"Default Palette","value":{"colors":{"62516":{"val":"rgb(255, 255, 255)"}},"gradients":[]}}]}__CONFIG_colors_palette__
DOE AGORA

COMPARTILHE:

Você viu?


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

__CONFIG_colors_palette__{"active_palette":0,"config":{"colors":{"cf6ff":{"name":"Main Color","parent":-1},"73c8d":{"name":"Dark Accent","parent":"cf6ff"}},"gradients":[]},"palettes":[{"name":"Default","value":{"colors":{"cf6ff":{"val":"rgb(243, 243, 243)","hsl":{"h":0,"s":0.01,"l":0.95}},"73c8d":{"val":"rgb(217, 216, 216)","hsl_parent_dependency":{"h":1,"l":0.85,"s":-0.05}}},"gradients":[]}}]}__CONFIG_colors_palette__
OK
Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support
>