Vaca baleada em fuga de matadouro enfrenta policiais e tiros para tentar escapar da morte


Foto: Reprodução / Shutterstock
Foto: Reprodução / Shutterstock

Numa tentativa de escapar da morte certa em um matadouro de Kansas City (EUA), uma vaca em fuga enfrentou os tiros que os policiais disparavam em sua direção, e continuou sua escapada desesperada por 1,7 km enquanto seus perseguidores seguiam em seu encalço.

O animal acabou indo parar nos trilhos do trem e quando um policial se aproximou para tentar retirá-la do local, ela avançou para ele, o que ele alega que o teria “obrigado” a atirar nela em “defesa própria”. O policial não se feriu em nenhum momento.

O departamento de segurança pública de Valley Center postou no Facebook que respondeu ao estranho chamado de um animal desgovernado em fuga, na quinta feira última, e enviou oficiais para cuidar do caso.

A obstinação do animal era tão grande que nem os tiros dos policiais foram capazes de detê-la, e a vaca permaneceu em fuga pelos campos próximos ao local do ocorrido alcançando a distância de quase dois km.

Atingida por uma das balas e encurralada pelos policiais a vaca foi recapturada e devolvida ao matadouro Richards Cold Storage pelos policiais.

Matadouro de onde a vaca fugiu e para onde foi devolvida após ser capturada | Foto: Google
Matadouro de onde a vaca fugiu e para onde foi devolvida após ser capturada | Foto: Google

Brook Volkman, do matadouro, informou que o tiro foi de raspão e isso não teria prejudicado a comercialização da carne do animal.

Esta colocação flagra de forma clara e irrefutável a visão que alguns seres humanos compartilham de que os animais são produto de consumo, uma matéria prima ou comodite. E não vidas.

Àqueles que recorrem à desculpa de que os animais não tem sentimentos ou consciência do que ocorre com eles, para se justificar pela ingestão de carne e pelas mortes contínuas, o exemplo da vaca que arrisca tudo, até a própria vida, para escapar ao matadouro, mostra que ela sabia muito bem o destino que a esperava.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

DESUMANIDADE

AGRESSÃO BRUTAL

INDÚSTRIA CRUEL

ECONOMIA

AMEAÇA DE EXTINÇÃO

ACIDENTE

CRUELDADE


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>