A marcha mundial pelos direitos animais está de volta em 2019

06/02/2019


Foto: Surge

Desde sua criação, em 2016, o movimento registrou um aumento impressionante de 400% no número de participantes. A expectativa para a 2019 é grande e promete “unir a comunidade vegana globalmente”

O site da organização explica que a marcha quer também “inspirar os veganos a falarem pelos animais no dia a dia e se tornarem mais ativos em suas comunidades”.

A marcha de Londres já tem mais de 2.000 pessoas confirmadas no evento pelo Facebook, que acontecerá no dia 17 de agosto, das 12h às 16h.

Haverá também marchas realizadas em Berlim, Copenhague e Varsóvia em agosto, cobrindo mais de 25 cidades.

Pelo fim da opressão animal

De acordo com o Plant Based News, a Surge diz que aqueles que participam da marcha estão “exigindo o fim de toda opressão animal”.

“250.000 pessoas completaram recentemente o Veganuary, então com esses números, nós realmente acreditamos que a marcha será maior e melhor do que nunca”.

Foto: Surge

No ano passado, foram arrecadadas £ 2.558,90 para o Retreat Animal Rescue e para a Friend Animal Rescue, com a venda camisetas e moletons.

Ativismo mundo afora

A maior marcha pelos direitos animais no mundo foi registrada em Israel, onde de 30 mil pessoas foram às ruas para exigir justiça e compaixão por todos os animais, sejam eles explorados pela indústria de alimentos como os selvagens e domésticos.

A ANDA noticiou quando milhares de manifestantes se reuniram no centro de Tel Aviv, em Israel, em setembro de 2017, para protestar pelo fim da crueldade contra animais.

Shira Hertzanu, chefe de comunicação da ONG Anonymous for Animal Rights e organizadora do evento, explicou que se esforçou para unir grupos de proteção animal e todo o trabalho empenhado foi direcionado para reunir um número recorde de participantes.

“Esta é a maior marcha pelos direitos animais da história. Estimamos a participação de 30 mil pessoas exigindo justiça e compaixão por todos os animais, sejam eles explorados pela indústria de alimentos, como os selvagens ou domésticos. Todas as pessoas que participaram são bondosas e que não querem que os animais sofram”.

 

 

 

 


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

__CONFIG_colors_palette__{"active_palette":0,"config":{"colors":{"62516":{"name":"Main Accent","parent":-1}},"gradients":[]},"palettes":[{"name":"Default Palette","value":{"colors":{"62516":{"val":"rgb(255, 255, 255)"}},"gradients":[]}}]}__CONFIG_colors_palette__
DOE AGORA

COMPARTILHE:

Você viu?


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

__CONFIG_colors_palette__{"active_palette":0,"config":{"colors":{"cf6ff":{"name":"Main Color","parent":-1},"73c8d":{"name":"Dark Accent","parent":"cf6ff"}},"gradients":[]},"palettes":[{"name":"Default","value":{"colors":{"cf6ff":{"val":"rgb(243, 243, 243)","hsl":{"h":0,"s":0.01,"l":0.95}},"73c8d":{"val":"rgb(217, 216, 216)","hsl_parent_dependency":{"h":1,"l":0.85,"s":-0.05}}},"gradients":[]}}]}__CONFIG_colors_palette__
OK
Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support
>