Passeios com cães em áreas públicas são proibidos em Teerã, no Irã


A Prefeitura de Teerã, no Irã, proibiu passeios com cachorros em ruas, parques e praças públicas da cidade. O transporte desses animais em carros também passou a ser proibido. O objetivo é desencorajar a população a tutelar cachorros.

(Foto: AFP)

Os cães são considerados animais “impuros” por líderes religiosos islâmicos e são vistos como símbolo da vida no Ocidente. As informações são do portal Extra.

“Está proibido dirigir carros com cães a bordo. Se isso for flagrado, a polícia tomará sérias medidas”, afirmou Hossein Rahimi, chefe da polícia da capital iraniana, em entrevista à agência estatal Young Journalists Club.

A guarda de cachorros no Irã é uma questão polêmica. Esses animais são vistos por muitos como uma marca do antigo regime de Reza Pahlevi, que teve fim com a Revolução Islâmica de 1979. Em várias regiões do país, cães têm sido confiscados – o que se tornou uma prática comum. O motivo alegado é a propagação de doenças.

Até mesmo comerciais na TV sobre produtos para cachorros são proibidos no Irã. A proibição existe desde 2010.

Nota da Redação: a ANDA repudia veementemente a postura não só da Prefeitura de Teerã, mas do Irã como um todo. Propagar o preconceito contra animais é uma prática que incentiva os maus-tratos contra eles e os coloca em uma condição de imensa fragilidade. Países éticos devem se comprometer em proteger todas as espécies de animais, não em expô-las a risco.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

ÍNDIA

RESGATE

ASFIXIA

NECROPSIA

SAUDADE

MAUS-TRATOS

FAMINTOS

SAÚDE


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>