PRINCÍPIOS DE NÃO-VIOLÊNCIA

Complexo habitacional para vegetarianos é inaugurado na Rússia

“Não procuramos nos fechar para o mundo, nos esforçamos para nos unir e dar um bom exemplo ao mundo”

O complexo é autossuficiente em geração de energia, água e rede de esgoto (Foto: Divulgação)
O complexo é autossuficiente em geração de energia, água e rede de esgoto (Foto: Divulgação)

Foi inaugurado recentemente em São Petersburgo, na Rússia, um complexo habitacional para vegetarianos e veganos que fica a 30 minutos do centro histórico da cidade e a 15 minutos do metrô de Ladojskaia. O Veda Village, que defende a filosofia ahimsa, ou seja, da não violência, é autossuficiente em geração de energia, água e rede de esgoto.

De acordo com a gerente Maya Podlipskaya, cada prédio do complexo tem quatro andares e 30 apartamentos. “Durante a construção, as leis do vastu e do feng shui foram levadas em conta. O Veda Village é uma combinação de hospitalidade oriental e tecnologia e praticidade ocidentais”, informa Maya e acrescenta que em 2017 os apartamentos começaram a ser vendidos por preços a partir de 2,2 milhões de rublos – o equivalente a pouco mais de 111 mil reais.

Uma das exigências para a aquisição de um apartamento no complexo habitacional é que os interessados sejam veganos ou vegetarianos. O Veda Village conta com complexo desportivo, que inclui pistas de atletismo e ciclismo, salas de dança, ioga e de musculação, além de parque infantil, spa e salão de beleza. Há um ponto de ônibus a sete minutos do complexo.

Outros diferenciais são um jardim de infância e escola com pedagogia waldorf que começam a funcionar este ano. Por enquanto os estudantes que moram no Veda frequentam o liceu a 800 metros do complexo residencial, na Rua Kommuny, assim como outras duas escolas que funcionam na mesma área.

“Não procuramos nos fechar para o mundo, nos esforçamos para nos unir e dar um bom exemplo ao mundo”, enfatiza Maya Podlipskaya. O Veda Village também tem micro-ônibus próprio para levar os moradores até a Estação Ulitsa Dybenko.

Fonte: Vegazeta

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui