Estudantes atacam colega vegano e tentam forçá-lo a comer bacon


“Ele chegou em casa e foi para a cama. Nunca passou por isso em sua vida. Ele não é uma criança violenta. Foi um ataque sem provocação”, explicou (Foto: Mirror)

Este mês, um adolescente vegano sofreu um ataque e ainda tentaram forçá-lo a comer bacon em Pembrokeshire, no País de Gales. O bullying foi praticado por outros estudantes da escola Mildford Haven. Em entrevista ao jornal britânico Mirror, Rachel, a mãe de Dante, relatou na semana passada que há algumas semanas outros garotos começaram a jogar carne em seu filho.

“Eles tentaram forçar meu filho a comer bacon”, disse Rachel, acrescentando que um adolescente o atacou enquanto outros ficaram assistindo. No momento da agressão, Dante, de 14 anos, tentou segurar os pulsos do agressor para impedi-lo de colocar carne em sua boca.

Mas o ofensor deu-lhe uma cabeçada e começou a socá-lo repetidamente na têmpora, segundo a mãe da vítima. “Recebi um telefonema da escola para dizer que Dante teve um ferimento na cabeça. Eles disseram que foi um incidente com um menino”, informou ao Mirror.

Na escola, Rachel encontrou o filho com o rosto todo vermelho por causa dos golpes. “Ele chegou em casa e foi para a cama. Nunca passou por isso em sua vida. Ele não é uma criança violenta. Foi um ataque sem provocação”, explicou.

Um relatório médico enviado para o Mirror revelou que Dante apresentou sintomas da síndrome pós-concussão, que é consequência de lesões na cabeça: “Os sintomas incluem comprometimento da função diária, dores de cabeça persistentes, tontura e problemas de memória, e podem persistir por várias semanas antes de melhorar.”

Rachel comentou também que o filho se tornou recluso e não queria mais sair de casa. Um porta-voz do Conselho do Condado de Pembrokeshire disse ao jornal na semana passada que a escola está investigando os incidentes internamente. Incomodada com a situação, Rachel optou por pedir ajuda à polícia na investigação do caso.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

EDUCAÇÃO

ARTIGO

DESACATO

GENTILEZA

DOR E SOFRIMENTO

COMPORTAMENTO

BENEFÍCIOS

CRUELDADE

SENCIÊNCIA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>