Polícia investiga caso de tutor que enterrou cachorro vivo no interior de SP


Um homem de 61 anos foi flagrado enquanto enterrava um cachorro vivo em São Roque, no interior de São Paulo. O caso é investigado pela Polícia Civil.

Foto: Polícia Militar/Divulgação

De acordo com a polícia, uma vizinha viu o homem perto de um buraco com o cachorro da raça pastor alemão. A mulher suspeitou que o animal estivesse vivo e, por isso, acionou a Polícia Militar. O caso aconteceu no bairro Mailasqui. As informações são do portal G1.

Ao chegar no local, os policiais encontraram o cachorro enrolado em um lençol. Os militares pediram para que o filho do responsável por enterrar o animal chamasse um veterinário para prestar socorro ao cão.

Após ser examinado por um profissional, o cachorro foi diagnosticado com cinomose em estado avançado. Ele foi sacrificado. Um laudo que ateste as circunstâncias da morte foi solicitado ao veterinário pela Polícia Civil.

A vizinha afirma que flagrou o tutor do cão no momento em que ele ia fechar o buraco. O homem, em depoimento à polícia, disse que estava retirando o cachorro do local, por ter percebido que ele estava ofegante, no momento em que a mulher o avistou. O tutor alegou ter decidido enterrar o cachorro por achar que ele estava morto. No entanto, disse que, devido à chuva, deixou o cão no buraco, sem jogar terra em cima dele.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

INSPIRAÇÃO

DENÚNCIA

MUDANÇAS CLIMÁTICAS

RETROCESSO

RESPONSABILIDADE

SOLIDARIEDADE

MISSÃO

ACADEMIA ESPECISTA

SADISMO


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>