Milhares de animais são assassinados por adoecerem devido à onda de calor extremo


Cerca de 2.500 camelos foram mortos a tiros na região de Goldfields, na Austrália Ocidental, quando chegaram do deserto de Gibson para se reunir em torno de fontes de água. E mais de 100 animais poderão ser mortos na Austrália Central por adoecerem devido à onda de calor extremo que tem se prolongado no país.

animais mortos
Foto: Ralph Turner

O Conselho Central da Austrália está consultando uma comunidade remota sobre a realização de um assassinato em massa de 120 cavalos, cabras e burros na Austrália central. O Conselho diz que matará os animais porque eles estão com “graves problemas de saúde e não podem ser transportados”.

Imagens chocantes mostraram 40 cavalos mortos no poço seco de Apwerte Uyerreme. Mais de 50 cavalos encontrados no mesmo local foram assassinados na última sexta-feira (18).

animal morto
Foto: Ralph Turner

“Cavalos e outros animais selvagens estão morrendo de sede e fome porque muitas fontes confiáveis ​​de água, como Apwerte Uyerreme, secaram na atual onda de calor”, disse o conselho na quinta-feira (24).

O Conselho planeja obter a permissão dos fazendeiros para matar todos os animais doentes. Mas até agora não disse nada sobre providenciar cuidados veterinários que estes animais obviamente precisam. Eles são vistos meros objetos que podem ser restituídos, e correm risco de vida nas mãos do Conselho.

Segundo a Goldfields Nullarbor Rangelands Biosecurity Association (GNRBA), mais de 25 mil camelos selvagens foram assassinados em terras não alocadas entre 2011 e 2013. A associação fornece descontos para fazendeiros que desejam comprar munição e também financia “abates aéreos”, aviões que despejam elementos tóxicos no ar, matando centenas, ou até milhares de animais de uma vez.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

CONSERVAÇÃO

MUDANÇAS CLIMÁTICAS

MAUS-TRATOS

HABITATS DESTRUÍDOS

OMISSÃO

ECONOMIA CIRCULAR

DEDICAÇÃO

TECONOLOGIA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>