Moradores denunciam que universidade soterrou animais em demolição


Moradores da Ilha do Fundão, que tiveram imóveis demolidos na última terça-feira (22), denunciaram a UFRJ por soterrar animais. Randel Silva e Chris Neri, do Centro de Reabilitação Pata Amiga, estiveram no local. Eles contam que os moradores não tiveram tempo de pegar os animais.

Foto: Subsecretaria de Bem-Estar Animal

“Corri para o local, mas, quando cheguei, já era tarde, estava tudo no chão”, disse ao G1 o vereador Luiz Carlos Ramos Filho. “Ainda conseguimos resgatar um animal, mas os moradores dizem que havia outros sob os escombros. Foi uma ação muito truculenta”, completou.

A UFRJ afirma que cumpriu ordem judicial para desocupação dos imóveis, localizados na Praia do Mangue, e que retirou os animais antes da demolição. “Foram três cães e dois gatos. Outros estavam soltos”, disse.

Maus-tratos a animais é crime. A Lei 4.731/2008 pune a prática com detenção de três meses a um ano, além de multa no valor de R$ 3.608,24.

No Rio de Janeiro, denúncias podem ser feitas através da Linha Verde, nos telefones 2253-1177 e 0300 253 1177 ou pelo app Disque Denúncia RJ. O programa registrou 4.020 relatos de maus-tratos em 2018 e 3.104 em 2017.

A central 1746 também recebe denúncias e pedidos de resgate de animais.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

CALIFÓRNIA

ANGÚSTIA

COMPANHIA

VIOLÊNCIA INJUSTIFICADA

ASSASSINATO BRUTAL

EXEMPLO

AGROPECUÁRIA

POVOS ORIGINÁRIOS

FINAL FELIZ


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>