Estudante crucifica e queima rato após ele supostamente comer sua tartaruga


Um estudante universitário pendurou um rato em uma cruz de madeira e o queimou em um campus na China. Ele alega que fez isso porque flagrou o rato comendo sua tartaruga.

rato crucificado
Foto: Daily Mail

Fotos mostrando o pequeno animal sendo amarrado à cruz de madeira com as patas dianteiras abertas de ambos os lados de seu corpo e exibidas no campus da universidade surgiram on-line.

O incidente causou revolta imediata da população no Weibo, uma plataforma de mídia social popular na China, com os usuários expressando sua indignação com o tratamento cruel com o animal.

O incidente aconteceu no Instituto de Artes de Guangxi, em Nanning, capital da região autônoma de Guangxi Zhuang, no sul da China, em 6 de janeiro, segundo postagens no Weibo.

Um post disse no domingo que o rato amarrado foi publicamente torturado ao lado de um lago no campus. Outro post afirmou na segunda-feira que o roedor ficou preso na cruz por um dia antes de ser queimado. Ainda não está claro se o rato estava ou não vivo enquanto foi queimado pelo estudante.

Um porta-voz da universidade confirmou as críticas online no site de notícias chinês btime.com. Ele disse que conversou com o aluno sobre o incidente e desaprovou seu ato bárbaro.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

CONSCIENTIZAÇÃO

CONSCIENTIZAÇÃO

SOLIDARIEDADE

NOVOS LARES

RIO CLARO (SP)


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>