Idosos e vacas ganharão lares especiais onde poderão coexistir em paz


A segunda maior cidade da Índia, Delhi, planeja criar uma casa especial para os idosos e para algumas das milhares de vacas, em uma nova campanha de bem-estar animal que também visa reduzir o número de macacos e cães abandonados.

Foto: Pixabay

De acordo com o Daily Mail, o Ministro do Desenvolvimento, Gopal Rai, disse que o programa divulgou na última quarta-feira que “vacas e cidadãos idosos coexistirão, cuidando uns dos outros” nas instalações-piloto planejadas no sudoeste de Delhi.

“Quando uma vaca envelhece, geralmente, ela é abandonada e acaba em um gaushala (abrigo para vacas). Da mesma forma, os seres humanos também são abandonados e enviados para lares de idosos, mesmo por famílias ricas”, disse Rai à uma mídia local.

Outras medidas incluem o “controle de natalidade” para os macacos onipresentes, travessos e ocasionalmente perigosos da capital indiana, a esterilização de cães abandonados e chips eletrônicos em vacas e animais domésticos.

Além disso, pessoas incapazes de cuidar de suas vacas – uma visão comum nas estradas de Delhi, que impedem o tráfego e comem lixo – poderão alojar seus animais em albergues especiais por uma pequena taxa.

Desde que BJP, de direita, do PM Narendra Modi, subiu ao poder em 2014, as vacas – sagradas para os hindus – ganharam um status quase VIP na Índia.

Desde que o Partido da Direita Bharatiya Janata, do primeiro-ministro nacionalista hindu Narendra Modi, subiu ao poder em 2014, as vacas – sagradas para os hindus – ganharam um status quase VIP.

Rumores de vacas sendo levados para matadouros provocaram represálias sangrentas e tumultos religiosos.

Todos os meses, cerca de 600 cabeças de gado são reunidas em Delhi e realocadas em cinco abrigos.

Um censo de 2012 descobriu que havia mais de cinco milhões de vacas perdidas em toda a Índia e mais de 12.000 em Delhi.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.

Você viu?

MAUS-TRATOS

DESMONTE AMBIENTAL

ZOOFILIA

RÚSSIA

FINAL FELIZ

CRUELDADE

CRISE ECONÔMICA

SINERGIA


LEIA EM PRIMEIRA MÃO AS NOTÍCIAS MAIS ANIMAIS DO MUNDO

>